Brasil lança no espaço satélite de pequeno porte para pesquisas  

Gestão de RedesRedes

O satélite nacional de pequeno porte Serpens (Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites) deverá ser lançado em órbita nesta quinta-feira (17) pela Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

De acordo com a Agência Espacial do Japão (Jaxa), o lançamento do nanossatélite deve ocorrer no período da manhã. A colocação do satélite Serpens em órbita será feita pelo Japanese CubeSat Deployer (JSSOD), dispositivo de lançamento do módulo de pesquisa Kibo.

O satélite, desenvolvido por um consórcio acadêmico coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), chegou à ISS no dia 24 de agosto, transportado pelo veículo japonês de abastecimento HTV5.

Em órbita o satélite receberá uma série de dados que serão enviados por diversas plataformas de coleta de dados instaladas em diversos pontos do território. Essas informações estarão disponíveis para retransmissão para estações receptoras no Brasil e em outros países.

O principal objetivo do projeto Serpens é a capacitação de recursos humanos e a consolidação dos novos cursos de engenharia espacial brasileiros.

Além da Universidade de Brasília (UnB), participam do projeto as universidades federais do ABC (UFABC), de Santa Catarina (UFSC) e de Minas Gerais (UFMG) e o Instituto Federal Fluminense (IFF).

*Com informações da Agência MCTI


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor