CIOs devem sair da inércia e focar no futuro para sucesso na era digital, diz Gartner

GestãoSkills

Essa é uma das três dicas destacadas pelo instituto de pesquisa e consultoria Gartner de recente estudo realizado com mais de 2.800 CIOs de cerca de 80 países. Segundo a consultoria, elas irão ajudar esses profissionais na terceira era da realidade “digital agora, digital primeiro” a mudarem seus comportamentos de liderança digital. As orientações são de Dave Aron e Graham Waller, autores da pesquisa.

O levantamento revela ainda que para a grande maioria (89%) dos participantes, o mundo digital gera riscos novos, amplamente diferentes e mais elevados. E ainda que 69% dos entrevistados reconhecem que a agilidade é cada vez mais importante em relação ao gerenciamento de riscos.

Os dados completos da pesquisa serão divulgados durante o Gartner Symposium/ITxpo 2015, encontro de CIOs e executivos de TI, que acontece em outubro deste ano em São Paulo.

Veja a seguir como o CIO deve ajustar a liderança para estar preparado para o mundo digital.

1- Mudar prioridade de “legado” para “digital” – Para ter sucesso em um mundo digital, as empresas devem sair da inércia e da complexidade negativa e focar no futuro a partir de uma perspectiva digital e trabalhando regressivamente. Isso inclui mudar do relato retrógrado para a analítica preditiva, combinada com a experimentação dirigida por dados.

2- Mudar as medidas de “visíveis” para “valiosas” – O sucesso do negócio digital requer a construção de plataformas que possam não gerar Retorno Sobre Investimento (RSI) imediato, mas lidar com mudanças rápidas e incertezas, além de gerenciar valores dinamicamente. Os CIOs também devem categorizar investimentos como “receosos”, para manter o negócio funcionando; “baseados em fatos”, para permanecer dentro do modelo de negócio da empresa; e “baseados em fé”, com o gerenciamento capaz de lidar com eles. O valor é criado aumentando a receita por dólar do custo de TI, que é igual à produtividade de TI.

3- Mudar de “controle” para “liderança visionária” – A liderança de “comando” e “controle” não se encaixa no mundo digital. A liderança digital é quase sempre uma questão de visão e inspiração. Treinamento e inspiração são tarefas centrais para CIOs determinados a se tornar líderes digitais. Além da parceria com os acionistas mais importantes do negócio, os CIOs precisam aumentar a inteligência digital de suas empresas. Fundamentalmente, os CIOs e outros líderes devem comandar a revolução da cultura digital por meio de seus negócios, e possivelmente de seus ecossistemas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor