Ericsson e Entel saem na frente na AL com LTE avançado de 250 Mbps

4GAppsInovaçãoLaptopsMobilidadeSmartphonesTablets

As empresas demonstraram uma solução completa de agregação de operadoras (CA) com LTE avançado (LTE-A), capaz de suportar velocidades de dados de até 250 Mbps.

A demonstração foi realizada utilizando o Ericsson Networks Software 14A em ambas as bandas de espectro de 2.600 MHz e APT700 MHz em uma rede comercial, usando um terminal comercial. A Entel Chile é a primeira operadora na América Latina a atingir uma velocidade de 250 Mbps em uma rede LTE comercial.

A agregação de operadoras com LTE-A é o próximo passo na evolução dos serviços de banda larga móvel de alta velocidade, permitindo que as operadoras aproveitem ao máximo seus ativos de espectro ao combinar várias bandas a fim de possibilitar velocidades de download de banda larga móvel e fornecer uma experiência de usuário aprimorada aos clientes. Os usuários móveis podem desfrutar de downloads super-rápidos e melhor desempenho de seus aplicativos favoritos.

Antonio Büchi, CEO da Entel, diz que o desafio da empresa no setor de telecomunicações é inovar constantemente e avançar em direção a uma conectividade maior e melhor, de modo que a tecnologia atenda às necessidades da sociedade. “É por isso que queríamos estar, novamente, na vanguarda e sermos os primeiros no campo da tecnologia a mostrar que no futuro forneceremos aos nossos usuários a rede móvel mais avançada do Chile e América Latina. Com isso, esperamos ter grande impacto no desenvolvimento do país.”

O vice-presidente da Ericsson na América Latina, Nicolas Brancoli, afirma que a banda larga móvel abre um mundo de oportunidades, facilitando a transformação industrial. Com a tecnologia LTE-A, as operadoras podem aumentar sua capacidade de rede e melhorar a experiência do usuário em relação à banda larga móvel.

“Essa demonstração posiciona a Entel na restrita lista de operadoras do mundo que demonstraram a tecnologia LTE-A em uma rede ativa utilizando um terminal comercial. Estamos muito orgulhosos de sermos parte desta conquista”, diz.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor