Estados Unidos aprovam venda da Here a automobilísticas alemãs

EmpresasLegalNegóciosRegulação

A autoridade reguladora do comércio nos Estados Unidos avalizou a compra do negócio de mapas da Nokia por um consórcio de fabricantes automóveis alemãs. A indústria automóvel dá mais um passo em direção ao nascimento dos carros autônomos.

O negócio ficou avaliado em US$ 2,8 bilhões, depois de a Comissão Federal do Comércio (FTC, na sigla inglesa) ter permitido que a Audi, a Mercedes-Benz e a BMW  estendessem a mão à Here, a unidade de mapeamento digital da finlandesa Nokia.

O capital da Here será divido equitativamente pelas três empresas, que agora podem reforçar as funcionalidades de seus automóveis, como a tão aguardada condução autônoma. Essa aquisição coloca o trio na vanguarda da evolução tecnológica na indústria automóvel, fazendo sombra a rivais do setor, como a Google, a Apple ou a Uber – essas empresas têm investido significativamente no desenvolvimento dos chamados self-driving cars.

A unidade Here foi colocada “à venda” depois de a francesa Alcatel-Lucent ter comprado a Nokia, altura em que a finlandesa começou uma revisão estratégica do seu negócio.

Em maio, a afamada Uber se mostrou disposta a abrir mão de US$ 3 bilhões para comprar a Here, ficando, assim, independente do serviços de mapeamento da Google, que utiliza para alimentar seu aplicativo. No entanto, parece que a proposta apresentada não foi suficientemente atrativa para captar o interesse da Nokia.

* Filipe Pimentel é jornalisat da B!T em Portugal


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor