IDC: mercado brasileiro de smartphones recua 13% no 2º tri

MobilidadeSmartphones

Comparado ao segundo semestre do ano passado, as vendas de smartphones em solo nacional registraram queda de 13%, totalizando 11,3 milhões de aparelhos, segundo a consultoria IDC Brasil.

De acordo com divulgação da agência de notícias Reuters, para o analista de pesquisas da IDC Brasil Leonardo Munin, em comunicado, os problemas na economia, a inflação acima de 9%, a taxa de desemprego crescente e o índice de confiança do consumidor são os fatores responsáveis pelo mau desempenho nas vendas de smartphones no País.

A queda, na verdade, foi de apenas 7% na receita, embora o impacto maior tenha sido no volume. “Isso mostra que o consumidor brasileiro não está mais tão sensível aos preços e compra produtos mais caros também”, declarou o analista.

A IDC Brasil afirmou que em toda a cadeia de produção, seja de insumos ou de aparelhos prontos, “nunca foi tão grande como no segundo trimestre deste ano”. Segundo Munin, a alta do dólar obrigou o mercado a adiantar as compras para fugir do repasse de preços.

A consultoria estima um cenário estático até o final do ano para o segmento e prevê que 50 milhões de smartphones serão vendidos até o final de 2015, representando queda de 8% em comparação a 2014.

*Com informações da agência de notícias Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor