Merkel diz que Facebook tem de fazer mais para conter xenofobia contra refugiados

e-MarketingRedes Sociais

Merkel diz que cabe ao Facebook eliminar mensagens racistas e xenófobas publicadas em seu site, fruto da vaga de refugiados da Síria, África e Médio Oriente que se amontoam às portas da Europa. A chanceler afirma que a rede social tem um papel crucial na atenuação da integração dos refugiados na sociedade alemã.

A Alemanha deverá receber cerca de 392 mil refugiados esse ano, mas a população parece não estar aceitando da melhor forma a decisão.

A chanceler germânica pediu ao Facebook que eliminasse todos os comentários que veiculassem ódio ou atitudes xenófobas relativamente aos refugiados.

Ao jornal Rheinische Post, Merkel diz que a contenção dessa onda de descontentamento declarado deve ser amortecida, não só pelo Estado, como também pelas redes sociais que servem de meios de comunicação.

Apesar de reconhecer que o Facebook está dotado de um código de ética, a chanceler, de acordo com a Reuters, acredita que é preciso fazer mais.

A agência noticiosa diz que o Facebook está disposto a atender às preocupações expressadas pelo governo alemão.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor