Pesquisadores da USP lançam livro sobre uso de dados abertos e conectados

Base de DadosBig DataData StorageNuvemProjetosSetor Público

Imagine se qualquer cidadão pudesse acessar todos os dados sobre o transporte público urbano no Brasil via web, obtendo informações sobre horários, rotas e destinos. Agora pense na relevância desses dados se estivessem ao alcance dos gestores desse sistema, possibilitando análises para liberação de mais veículos de acordo com a demanda e comparando os dados com os de municípios similares para a eficiência do serviço.

Muitos desses dados já existem na web, a questão é como usar essas informações de maneira que qualquer pessoa ou computador possa acessá-las, manipulá-las, reutilizá-las e redistribuí-las, relacionando-as a outros dados disponíveis sobre o assunto.

É para ajudar a colocar tudo que chega às livrarias o livro Dados Abertos Conectados, que será lançado no próximo dia 23 de setembro, durante a Conferência Web.br, em São Paulo. O livro é de autoria dos professores Seiji Isotani – do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP, em São Carlos – e de Ig Bittencourt, do Instituto de Computação da Universidade Federal de Alagoas.

Lançado pela Novatec Editora, o livro é considerado o primeiro do Brasil a tratar desse assunto e nasceu a partir de uma parceira dos pesquisadores com o Centro de Estudos sobre Tecnologias Web (Ceweb.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), que resultou também em um curso online.

Os autores afirmam que o conceito de dados abertos conectados é fundamental para ampliar a transparência pública de informações divulgadas pelos órgãos dos governos federal, estadual e pelos municípios, os quais devem atender à Lei de Acesso a Informação (Lei 12.527), que entrou em vigor em março de 2012.

O professor Isotani diz que já existem iniciativas importantes para disseminar os dados abertos conectados no Brasil e cita como exemplo o portal dados.gov.br, mas ressalta que ainda há muito a ser aprimorado. “A Inglaterra e os Estados Unidos estão liderando o movimento em prol da produção dos dados abertos conectados. Nossa publicação é uma forma de fomentar isso no Brasil”, diz o pesquisador.

Entre os desafios que permeiam a área, os autores citam a falta de conhecimento técnico sobre como tornar disponível dados de forma aberta e conectada e também a falta de conhecimento tecnológico sobre as ferramentas existentes para realizar essa tarefa de forma adequada.

Neste contexto, o professor Bittencourt ressalta: “A obra é voltada para pessoas de qualquer área do conhecimento interessadas em disponibilizar dados na internet, quer sejam técnicos ou gestores. Por isso, tentamos escrever da forma menos técnica possível”.

Tal como os dados abertos conectados, em breve, a obra estará disponível e acessível gratuitamente aqui, sob a licença Creative Commons, com a atribuição uso não comercial. Isso significa que, para fins não comerciais, qualquer pessoa poderá utilizar partes ou todo o livro e redistribuí-lo em qualquer suporte ou formato, além de modificá-lo. Bastando, para isso, atribuir o crédito para a obra original e seus autores.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor