Ransomware atinge mais de 225 mil contas da Apple

Segurança

Segundo a Palo Alto Networks, empresa de segurança de redes, um grupo de investigadores da China WeipTech detetou um malware que terá afetado mais de 225 mil contas da Apple.

A vulnerabilidade é conhecida por KeyRaider e ataca os iPhones com Jailbreak, uma expressão utilizada para os aparelhos que foram modificados para instalar aplicativos que não se encontram disponíveis na App Store.

Os dados roubados foram posteriormente enviados para um site que tinha uma vulnerabilidade de SQL injection.

O software malicioso permite o “rapto” virtual do equipamento, bem como a compra de aplicativos pagos dentro da plataforma. O smartphone fica inutilizado até que seu usuário pague “o resgate”.

A empresa salientou que a maior parte dos usuário dos smartphones da Apple não serão afetados, dado que apenas os iPhones modificados estão vulneráveis a esse tipo de ataque.

* Catarina Gomes é jornalista da B!T em Portugal


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor