RSA vai simular ao vivo detecção e neutralização de cibercrimes em SP

CyberwarSegurança

A RSA, empresa de segurança da informação da EMC, simulará na próxima terça feira, dia 22 de setembro, o rastreamento de um ataque cibercriminoso em São Paulo. Trata-se do RSA Capture The Flag.

Apresentado em diversos países, o evento da RSA fará simulação com especialistas da área de segurança, mostrando os mais recentes recursos de detecção e neutralização de crimes digitais, em um cenário controlado de invasão com todas as características reais de um cibercrime de alto risco.

A dinâmica acontece em um formato competitivo, em que cada participante atua como um núcleo de investigação. O vencedor será premiado com um Wi-Fi Pineapple Mark V – um dos mais avançados sistemas de auditoria de segurança para redes Wi-Fi no mercado.

O processo de análise forense, com dinâmicas simuladas de SOC e ferramentas do setor, utiliza os principais recursos disponíveis na atualidade. O RSA Security Analytics e RSA ECAT permitirão aos participantes avaliar os dados deixados pela invasão e localizarão o criminoso em tempo real.

“Combater uma ameaça em tempo real, com a mesma abordagem emergencial em que ela chega até nós, diante dos olhos de expectadores e especialistas em segurança, é um desafio real”, diz Marcos Nehme, diretor técnico da RSA para América Latina e Caribe.

Segundo ele, a intenção em trazer o “Capture The Flag” para o Brasil é mostrar que a empresa está preparada para identificar, neutralizar e banir as mais recentes e desconhecidas ameaças do universo de crimes digitais. “É uma oportunidade única de colocar as companhias a par do nosso trabalho e da eficácia de nossa tecnologia”, afirma.

A investigação acontece no dia 18 de setembro em Brasília e, no dia 22 de setembro, em São Paulo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor