Telefônica Vivo investe em apps grátis para elevar receita de serviços agregados

4GAppsLaptopsM2MMobilidadeOperadorasRedesSmartphonesTabletsVoIP

A disputa feroz no mercado por uma fatia maior da receita de dados levou a Telefônica Vivo a investir em novos aplicativos para atrair usuários móveis. Com parte dessa estratégia, a operadora acaba de lançar dois serviços grátis para smartphones que criam competições e premiam os vencedores. Um é o Vivo Meu Show para revelar novos talentos de música brasileira. O outro é o Vivo Meu Negócio, com conteúdo para gestão de um negócio próprio.

Os dois aplicativos lançam concursos para incentivar os usuários de smartphones a usarem intensivamente a plataforma da Telefônica Vivo. Ambos rodam em Android e iOS, podendo ser baixado tanto por clientes da operadora como da concorrência.

A plataforma Vivo Meu Show tem a missão de transformar usuários em “popstars” com concursos de música para novos artistas. Os participantes podem gravar seus vídeos pelo próprio app e mandar para o serviço da operadora. A performance será avaliada por todos os que baixarem o software que podem curtir ou não. A votação será aberta em 23 de setembro e o vencedor ganhará R$ 500 mil em prêmios.

Já o Vivo Meu Negócio é uma competição de empreendedorismo ancorada pelo empresário Roberto Justus, sócio fundador do Grupo Newcomm e apresentador de TV. O aplicativo oferece dicas sobre como identificar novas oportunidades de negócios. Haverá um treinamento para os interessados em participar do concurso. A operadora vai premiar os três melhores projetos com R$ 200 mil em certificado de barras de ouro e orientação de uma consultoria especializada.

Christian Gebara, Chief Revenue Officer da Telefônica Vivo, afirma que os dois apps chegam com a missão de ocupar uma parte do tempo dos usuários de smartphones e elevar a receita de Serviços de Valor Agregado (SVA). Atualmente, a operadora conta com 88 ofertas de SVA, que vão desde plataformas de saúde e bem-estar até cursos de idiomas.

Esses apps contam com 43,2 milhões de assinantes e gerarm em 2014 uma receita de R$ 1,6 bilhão para Telefônica Vivo. No primeiro semestre de 2015, os negócios com SVA deram um salto e já movimentaram R$ 946 milhões. “São serviços com crescimento robusto e que estão incluídos em todos os nossos planos de dados”, afirma Gebara.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor