Virgílio Almeida deixa governo de Dilma

GovernançaRegulação

O Secretário de Políticas de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação vai abandonar o governo de Dilma para ocupar um lugar de professor na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Virgílio Almeida deixa o governo num momento em que este enfrenta particulares dificuldades, para regressar à sua atividade de educador.

O antigo professor de Ciências da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais, enquanto Secretário de Políticas de Informática, defendeu a abolição das taxas cobradas sobre a importação de produtos e componentes eletrônicos, demonstrando sua posição em prol do desenvolvimento da indústria nacional.

Defendeu também, no seminário “Desafios para um Brasil Digital Seguro”,que o desenvolvimento científico e tecnológico são a coluna vertebral das fortes estratégias de cibersegurança.

A participação de Virgílio Almeida na chegada do projeto Internet.org, desenvolvido pelo Facebook, no Brasil foi significativa. Com essa iniciativa, o agora “ex-representante” do Governo queria aumentar o número de habitantes brasileiros com acesso à Grande Rede.

O mais recente professor de Harvard deixa assim a política para se dedicar a uma também nobre profissão, a do Ensino, na mais prestigiada universidade do mundo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor