IBM cria rede social de saúde para FEHOSP

NegóciosProjetos

A empresa desenvolveu a Rede Social de Saúde (RSS), uma plataforma de comunicação entre instituições e profissionais de saúde, para a Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo (FEHOSP).

Segundo a IBM, o objetivo é garantir a capacitação de entidades e colaboradores em áreas remotas, a RSS, criada a partir da plataforma colaborativa IBM Connections e já conta com mil hospitais credenciados.

A segunda fase do projeto integrará milhares de pessoas do ecossistema da FEHOSP, como corpo clínico, presidência, CIOs, departamentos financeiro e administrativo, para criar comunidades e aproximar usuários com conhecimentos similares. Hoje, 2 mil profissionais já foram cadastrados pela área de RH.

“A troca de informações entre instituições e profissionais de todo o Brasil é essencial para a melhoria do processo de inovação das entidades. Dessa forma, quanto maior o número de pessoas participantes da Rede Social da Saúde, maior a sua eficácia, maior o compartilhamento de experiências”, afirma Edson Rogatti, presidente da FEHOSP.

Para Nilton Takahashi, CEO da Taisei, parceira de negócios da IBM no projeto, a troca de experiências é fundamental para as oportunidades que a rede pode oferecer. “Pela rede, os especialistas podem discutir a eficácia de novas tecnologias de saúde lançadas no mercado e os novos tratamentos para diferentes doenças”, explica.

Além das funcionalidades de colaboração, a rede permitirá a participação do corpo clínico em cursos online e oferecerá um gerenciamento interno de equipes e tarefas. Sidney Sossai, líder de Social Business da IBM Brasil, explica que implementar a plataforma IBM Connections foi somente o início dessa transformação na área da saúde.

Há planos de uma expansão do acesso à ferramenta para os pacientes, para que possam esclarecer dúvidas com especialistas de diversas áreas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor