IBM traz ao Brasil cloud privada para Disaster Recovery

HOME

A empresa apresenta a primeira cloud privada dedicada a soluções de Recuperação de Desastres (Virtualized Server Recovery – VSR) em solo nacional, localizada na sede da companhia, em São Paulo.

A VSR possibilita aos clientes a recuperação de ambientes em minutos (RTO), além de um Ponto de Recuperação (RPO) de poucos segundos.

De acordo com a IBM, com uma infraestrutura totalmente virtualizada, o novo serviço atende às regulamentações e requisitos brasileiros, que exigem que as empresas tenham suas soluções de recuperação de desastres hospedadas localmente. O novo ambiente também oferece uma oferta de recuperação em nuvem gerenciada, que dá suporte a servidores físicos e virtuais em diversas plataformas (incluindo Windows e Linux).

“Essa nova oferta vai ao encontro da atual demanda do mercado, que exige cada vez mais disponibilidade dos dados em tempo real e em múltiplos canais. Um bom exemplo são as empresas que já nascem na plataforma digital e precisam estar conectadas em tempo integral para oferta de seus serviços”, comenta Arthur Tozatto, executivo de Serviços de Resiliência da IBM Brasil.

Com a oferta VSR disponível no Brasil, os clientes ainda poderão contar com uma solução de Resiliência em Cloud Privada, de rápida implementação e com suporte em tempo integral, sendo auxiliados na recuperação de dados sem perdas.

“Esse lançamento reforça os investimentos da IBM em soluções na nuvem que atendem à demanda da era digital. Com a nova opção, conseguimos auxiliar as empresas a terem disponibilidade contínua, sem que desastres naturais, falta de energia ou outros tipos de incidentes interfiram em seus serviços”, afirma Tozatto.

Além dos benefícios mencionados, a solução VSR ainda viabiliza opções de imagens replicadas para serem utilizadas em situação de contingência (até 96 snapshots a cada 24 horas), um portal web para relatórios, testes e recuperação de servidores e a realização de sessões de teste ou contingência sem a necessidade de deslocamento para o site de recuperação de desastres.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor