Intel terá aprovação da UE para comprar Altera por US$16,7 bilhões

GestãoLegalNegóciosRegulação

A fabricante global de chips receberá o sinal verde da União Europeia para sua oferta de US$ 16,7 bilhões pela Altera. A informação vem de duas pessoas próximas ao caso. A decisão está marcada para amanhã (14 de outubro).

A estratégia da Intel e com a Altera reforçar seu portfólio de chips de alta margem usados em centros de dados e focar em chips para carros, relógios e outros aparelhos em uma futura “Internet das coisas”, de acordo com a agência de notícias Reuters.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos liberou o negócio incondicionalmente no mês passado, enquanto outras agências, como a chinesa, também estão avaliando a oferta.

A Comissão Europeia liberará o acordo sem exigir concessões da Intel, já que não vê nenhum problema para a concorrência, disseram as fontes.

Ricardo Cardoso, porta-voz da Comissão Europeia, não quis comentar. A porta-voz da Intel, Cara Walker, não quis comentar sobre o processo regulatório, dizendo que a companhia continua a trabalhar próxima e de maneira cooperativa com as agências envolvidas.

*Com reportagem de Foo Yun Chee, da Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor