IoT é inovação da Samsung em ultrassonografia avançada

CiênciaInovaçãoMobilidadeSmartphones

A ultrassonografia em 3D não é novidade. Mães, pais, avós e toda a família faz tempo conhecem as características físicas de seus descendentes antes mesmo do seu nascimento. Mas o que a Samsung traz como diferencial é conectividade total com o app Hello Mom, o botão para Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

Com a tecnologia, é possível compartilhar com quem quiser as informações sobre a vida intrauterina do bebê, de qualquer lugar do planeta, em tempo real.

A solução da Samsung é o Ultrassound Experience, que no Brasil ganhou contornos mais abrangentes e sofisticados com o recurso da conectividade e IoT. É a união do aparelho avançado WS80A com o Hello Mom. A inovação [conceito] está em projeto piloto no Hospital Albert Einstein para que sejam testadas e alinhadas as reais necessidades dos médicos e oportunidades de rentabilidade proporcionadas pela tecnologia.

De acordo com Denilson Kuratomi, líder da divisão de Health & Medical Equipments (HME) da Samsung no Brasil, já foram comercializados no mundo 1.100 WS80A no mundo. O Brasil já contabiliza 16 deles.

“Na área de ultrassonografia em ginecologia e em outras modalidades no Brasil, a Samsung está no topo do ranking. Em medicina de maneira geral, ocupamos a quarta posição”, diz Kuratomi.

O executivo destaca que a tecnologia da Samsung para a conectividade que integra todas as informações sobre a vida intrauterina do bebê foi desenvolvida no Centro de Pesquisas & Desenvolvimento da empresa, localizado em Campinas (SP).

O pulo do gato, que é o app Hello Mom, acaba com o desconforto dos pais em ter de gerenciar e armazenar os inúmeros CDs ou DVDs até o nascimento do bebê. O aplicativo armazena as informações na nuvem, facilitando o acesso e a impressão de imagens para a construção de um álbum, que, além de proporcionar a opção de customização, pode ser acessado por qualquer membro da família e amigos [autorizados].

Na impossibilidade de o pai está fora em viagem ou em reunião importante no trabalho, ele pode acompanhar toda a consulta, vendo imagens do seu bebê, em tempo real e interagir com a mãe e o médico, de qualquer lugar do planeta. Tudo isso, por meio de uma câmera IP e um smartphone.

E não para por aí. No álbum, entra um personagem importante: a “realidade virtual”. Ao aproximar o celular com o aplicativo da foto impressa, ele fornece outras informações como o som do batimento fetal. O álbum, portanto, abriga várias mídias.

O Dr Paulo S. Cossi, presente ao evento, realizou um exame de ultrassom com o WS80A em uma mulher grávida, diante dos jornalistas. Ele pôde comprovar a alta qualidade das imagens e navegou pelo útero da paciente como se estivesse em seu interior, direcionando a luz de acordo com as suas necessidades de visualização.

O WS80A traz ainda soluções totais 5D em diversas situações, como exames no feto de coração, medida do cérebro, detecção de osso longo e avaliação de fertilização em vitro. Além disso, gera imagens em 3D para serem vistas na Samsung Smart TV em casa.

Aficionado por tecnologia, e usuário Samsung de longa data, o médico diz que sempre busca o que há de melhor para aprimorar seu trabalho em ginecologia e obstetrícia. Foi o primeiro médico no Brasil a adquirir um aparelho avançado de ultrassom da Samsung e também pioneiro na aquisição de um ultrassom móvel [parecido com um tablet], que tem a mesma qualidade de imagem do aparelho convencional. Eles custam, respectivamente R$ 350 mil e R$ 150 mil.

Segundo Kuratomi, toda a solução tem sua interoperabilidade garantida sendo todos os equipamentos da Samsung: aparelhos de saúde, tablets, smartphones, TVs 3D, câmeras IP e aparelhos de ar-condicionado.

Nos últimos quatro anos, segundo Kuratomi, a Samsung lançou cinco equipamentos de ultrassom de alta tecnologia. E outras novidades já estão no forno como o primeiro Raio-X Digital do mercado, que irá impactar especialmente no Brasil que, segundo ele, tem hoje 95% da base instalada em tecnologia analógica.

Até 2020, a empresa pretende estar entre as primeiras colocadas em tecnologia para a área médica em todo o mundo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor