ISPM aprimora tecnologia para prover gestão de redes virtuais

CloudData CenterGestão de RedesRedesVirtualização

Companhia brasileira de software de gerenciamento e serviços de TI e telecom criou laboratório para simular redes SDN e analisar sua integração com redes de dados legadas. Ela passa a oferecer solução de gestão de redes e níveis de serviço com foco no gerenciamento de redes híbridas.

Com uma plataforma aprimorada, a ISPM dará suporte à tecnologia de rede de serviços virtuais, reduzindo custos nas infraestruturas das operadoras de telecomunicação.

A demanda aquecida por novas arquiteturas de redes virtualizadas levou a empresa a aprimorar sua plataforma de gestão de níveis de serviços, o Netvision. O objetivo é suprir as necessidades das operadoras de telecom em gerenciar ambientes híbridos com infraestruturas de rede legadas e as novas redes baseadas em Software Defined Network (SDN).

De acordo com Alexandre Campos, engenheiro de Sistemas da ISPM, o mercado de tecnologias de redes entra em uma nova fase. “A SDN irá revolucionar a maneira de pensar, projetar e implementar infraestruturas de rede, além de expandir os horizontes em ambientes virtualizados nos data centers, especialmente para operadoras de serviços de Telecom e provedores de serviços em nuvem”, garante Campos.

De acordo com a empresa, as infraestruturas de rede legadas devem coexistir com os novos ambientes de rede virtualizados (SDN), sendo necessário coletar informações de ambas as redes por meio de protocolos de gerência, plug-ins de integração ou APIs desenvolvidas para os novos ambientes de rede.

“O processo referente à gestão de problemas oriundos de falhas de rede será ainda mais complexo, uma vez que poderá ter múltiplos stakeholders envolvidos na prestação dos serviços ao cliente final, que podem afetar diretamente a qualidade da experiência que o cliente tem do serviço”, explica Walmir Costa, gerente de pré-vendas da ISPM.

Para essa nova fase do mercado de telecomunicações e tecnologia, a ISPM criou um laboratório para simular redes SDN e analisar como elas se integram com redes de dados legadas. O objetivo era aprimorar a plataforma NetVision, com foco em uma gestão de redes híbridas com visão “Over-the-Top”.

Agora, a plataforma NetVision oferece uma gestão integrada de falhas, performance, service desk e SLA numa única ferramenta, com suporte para gestão completa de redes SDN em ambientes híbridos. Com uma solução modular, a solução da ISPM elimina eventuais falhas no processo de gestão de redes que surgem a partir da implementação de novas tecnologias.

“Investimos para disponibilizar ao mercado uma solução capaz de auxiliar as redes das operadoras. A plataforma Netvision proporciona melhores resultados operacionais e transmite estes benefícios aos seus usuários finais”, finaliza Costa.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor