Western Digital quer comprar SanDisk por US$19 bilhões

EmpresasNegócios

O anúncio foi realizado hoje (21/10) pela fabricante de discos rígidos. O objetivo da companhia é conseguir melhor acesso a chips de memória flash usados em celulares e outros dispositivos móveis.

De acordo com a agência de notícias Reuters, o negócio deve despertar as autoridades de defesa da concorrência nos Estados Unidos e na China para a transação, considerando o avanço das acusações de espionagem entre os dois países.

Por outro lado, a SanDisk também poderá precisar de aprovação da Toshiba para concluir o acordo com a Western Digital. Isso porque a companhia utiliza instalações do conglomerado japonês para produção de chips, além de ter importante joint-venture de compartilhamento de propriedade intelectual.

Segundo analistas, a Western Digital, grande fornecedora da indústria tradicional de armazenamento de dados, precisa ter acesso à tecnologia NAND, da SanDisk, para conseguir competir melhor no mercado de drives de estado sólido (SSD). Os SSDs são usados em computação em nuvem, centrais de processamento de dados, celulares e notebooks.

A indústria de semicondutores tem visto uma série de grandes acordos de aquisição neste ano, conforme a demanda por chips e produtos baratos que equipam aparelhos conectados à internet pressiona as companhias de tecnologia a consolidar seus fornecedores.

*Com reportagem de Devika Krishna Kumar e Abhirup Roy, da Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor