Empresas que adotam mobilidade têm ROI de 150%, diz estudo da VMWare

EmpresasMobilidadeNegócios
1 101 Sem Comentários

O estudo VMware 2015 State of Business Mobility Report, da VMWare, empresa de infraestrutura em nuvem e mobilidade empresarial, abordou mais de mil decisores e profissionais de TI para avaliar o progresso global na transição da era cliente/servidor para a de mobilidade/nuvem.

A pesquisa da VMWare concluiu que o mercado corporativo está começando o processo de transformação para a mobilidade, adaptando ao menos um processo de negócio ao paradigma da mobilidade. Para suportar a mudança, as organizações pesquisadas disseram que estão atualizando sua infraestrutura, adotando aplicativos móveis para seus clientes e reprocessando aplicações críticas ao negócio para equipes remotas.

Embora muitas companhias ainda não tenham adotado o modelo móvel, o estudo aponta que cerca de 2/3 (63%) já estão trabalhando para que isso aconteça nos próximos 12 meses. Para atingir esses objetivos, as empresas estão realizando investimentos na ampliação da infraestrutura, aplicativos e alinhamento de processos.

Mais especificamente, 77% das companhias disseram estar atualizando sua infraestrutura para suportar o modelo móvel; 70% estão introduzindo novos aplicativos móveis para seus clientes; e 69% estão remodelando aplicativos críticos de negócio para uso por profissionais remotos. Tudo nos próximos 12 meses.

O estudo também detectou que os investimentos feitos em softwares móveis estão obtendo taxas médias de retorno sobre o investimento (ROI) de 150%. As empresas que os adotam estão constatando benefícios como a habilidade de criar novas fontes de receita online (51%, contra 16% das companhias que não têm iniciativas móveis); custo de oportunidades de negócio perdidas (-44% contra -22%) e acesso de usuários a aplicativos críticos (47% contra 32%).

Com a mudança de dados para uma plataforma móvel, a segurança continua sendo a prioridade mais importante para 55% dos pesquisados, seguida de disaster recovery para proteção de IP (32%). Ao mesmo tempo, o crescimento na efetividade dos profissionais é essencial para 34% dos pesquisados, enquanto a criação de experiências diferenciadas para os usuários está na expectativa de 31% dos profissionais ouvidos.

A mobilidade e a mudança para a era da mobilidade/nuvem estão entre as tendências mais transformadoras dos negócios na atualidade. Com potencial para afetar funcionários, clientes e interações de negócios, a mobilidade pode dar poder às empresas para serem mais competitivas. O estudo aponta ainda que os CIOs colocam a mobilidade como uma de suas prioridades mais urgentes, levando as empresas a diferentes níveis de maturidade em relação a adoção do conceito.

De acordo com a pesquisa, há uma separação entre as organizações que já estão implementando iniciativas de mobilidade e aquelas que ainda não mudaram seus processos de negócio para isso. Entre os 1.182 respondentes, apenas 20% das empresas reconheceram contar com iniciativas de mobilidade, transformando ao menos um processo de negócio para o modelo móvel. Essas organizações disseram que atualizaram sua infraestrutura, investiram em aparelhos móveis e reconstruíram – ou reorganizaram – aplicativos para tirar vantagem da mobilidade, tornando seus negócios mais competitivos.

Embora muitas companhias ainda não tenham adotado o modelo móvel, a pesquisa aponta que cerca de 2/3 (63%) já estão trabalhando para que isso aconteça nos próximos 12 meses. Para atingir esses objetivos, as empresas estão realizando investimentos na ampliação da infraestrutura, aplicativos e alinhamento de processos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor