Mercado nacional de servidores registra queda no 2º tri de 2015

CloudServidores

É o que mostra o estudo da consultoria IDC Brasil. O mercado brasileiro, segundo o levantamento, registrou queda de 17% em receita no 2º trimestre de 2015, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em volume de vendas, porém, houve crescimento de 2%. No 1º trimestre, o declínio da receita foi de 12% e de 5% em volume de vendas.

O analista de pesquisas da IDC Brasil, Luis Altamirano, diz que o desempenho do mercado de servidores foi impactado pelos problemas econômicos e políticos que o País vem enfrentando desde o final do ano passado. Além disso, a alta do dólar fez com que os investimentos das empresas recuassem por receio de todas as incertezas no cenário brasileiro.

“De abril a junho, nenhum segmento se destacou. Houve poucos negócios fechados no período, sendo que os únicos que puderam comemorar foram os players que têm menos participação no mercado”, argumenta.

Segundo o analista, houve apenas uma grande movimentação, com mais de 2 mil servidores comercializados. “Se a venda não acontecesse, certamente o mercado teria queda em volume de vendas também”, completa Altamirano.

Para o restante do ano, a tendência é o mercado começar a dar sinais de melhora, afirma a consultoria. Isso porque, prossegue a IDC Brasil, o Governo Federal lançou editais para aquisição de novos servidores. Ainda assim, em 2015, a expectativa da consultoria é de queda de 22% de receita e de 7% em volume de vendas. Já para 2016, a IDC Brasil projeta alta de 2% na receita e, em unidades, o mercado deve se manter estável.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor