Ameaças ao iOS dobraram em 2015. Symantec dá dicas de proteção

Segurança

O levantamento da empresa de segurança da informação apresentado nesta semana mostra que as ameaças ao Mac OS X aumentaram 15% em 2014, enquanto o número de ameaças ao iOS descoberto em 2015 mais do que duplicou.

As ameaças identificadas no estudo da Symantec vão desde gangues de cibercriminosos comuns, ramificadas para plataformas Apple, até grupos de ataque de alto nível, como a equipe de espionagem corporativa Butterfly, que infectou computadores OS X em organizações visadas.

A empresa avalia que o aumento nas vendas de produtos Apple no mundo, como o iPad, assim como o uso de dispositivos móveis nas compras, cerca de 75% delas feitas por meio de iPhones e iPads, está atraindo um número crescente de ameaças que afetam esses dispositivos, que se multiplicou nos últimos anos.

No Brasil, espera-se um incremento nas vendas dos novos Iphones 6s e 6s Plus, disponíveis desde novembro, durante as festas de final de ano. Seguem algumas dicas da Symantec para manter seu iOS ou OS X seguros:

  • Use um sistema de segurança robusto e sempre atualizado.
  • Mantenha seu sistema operacional e todos os outros softwares também atualizados, pois incluem patches para vulnerabilidades de segurança descobertas recentemente, que poderiam ser exploradas por atacantes.
  • Se você estiver considerando desbloquear um dispositivo iOS, tenha cautela e se informe sobre os riscos aos quais será exposto. A maioria das ameaças ao iOS tem como alvo dispositivos desbloqueados e aplicativos não oficiais são mais propensos a hospedar Cavalos de Tróia.
  • Grayware, como adware e aplicativos indesejados ou enganosos são frequentemente empacotados com instaladores para outras aplicações.
  • Apagar e-mails de aparência suspeita, especialmente se incluir links e/ou anexos. Não abra estes arquivos, basta excluí-los. Se vierem em nome de organizações legítimas, verifique antes sua autenticidade.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor