Apple volta a ter diretor de operações

EmpresasGestãoNegócios

A gigante de Cupertino acaba de nomear Jeff Williams para o cargo de Chief Operating Officer (COO), preenchendo oficialmente uma função que estava “vaga” desde que Tim Cook assumiu o lugar de CEO. Na prática, foi Williams quem exerceu este papel nos últimos anos. A Apple anunciou ainda que terá um novo vice presidente de Marketing.

Jeff Williams entrou na Apple em 1998, quando Steve Jobs já tinha regressado, para a área de procurement. Em 2004 foi nomeado vice presidente de Operações e em 2010 passou a supervisionar toda a cadeia de fornecimento da empresa, além das iniciativas de responsabilidade social. Teve um papel essencial no lançamento do iPhone e neste momento continua a supervisionar o desenvolvimento do primeiro ‘wearable’ da marca, o Apple Watch.

Em comunicado, o CEO Tim Cook elogiou o talento “incrível” da equipa executiva da empresa. “Agora que nos aproximamos do final do ano, estamos a reconhecer os contributos que já estão a ser dados por dois executivos-chave. O Jeff é o melhor executivo de operações com quem já trabalhei, sem dúvidas”, disse Cook. “E a equipa do Johny entrega desenhos de silício de classe mundial que permitem inovações nos nossos produtos ano após ano.”

Este Jonhy é John Srouji, que a partir de agora fará parte da equipa executiva como vice presidente sénior de Tecnologias de Hardware. As novidades na estrutura da Apple não se ficam por aqui: o vice presidente sénior de marketing Phil Schiller irá também alargar o âmbito das sua funções. Schiller, que se tornou uma cara conhecida do público pelas apresentações de produtos da Apple, passará a acumular a liderança da App Store em todas as plataformas e dispositivos.

A outra mexida é a entrada de Tor Myhren para o cargo de vice presidente de comunicações e Marketing, reportando diretamente ao CEO. Myhren vem do Grey Group, que em 2013 e 2015 recebeu a distinção de Agência Global do Ano pela Adweek. O executivo entra “no primeiro trimestre fiscal de 2016”, ou seja, até 26 de dezembro (altura em que este período termina na empresa) e vai substituir Hiroki Asai, que decidiu reformar-se após 18 anos na gigante tecnológica.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor