Black Friday no Brasil gera vendas de R$ 1,6 bilhão para comércio eletrônico

E-commercee-Marketinge-PaymentMobilidadeNegócios
0 0 Sem Comentários

A sexta edição da Black Friday no Brasil alcançou seu maior faturamento até então, atingindo a marca de R$ 1,6 bilhão em vendas. A quantia representa um crescimento de 38% em relação a edição de 2014, segundo dados divulgados pela E-bit/Buscapé.

No total foram realizados 2,77 milhões de pedidos por meio do comércio eletrônico, registrando um volume 24% maior que o de 2014, com um ticket médio de gastos de 580 reais, aumento de 11%.

Também houve um significativo aumento nas vendas por dispositivos móveis (tablets e smartphones). Por meio destes aparelhos foram feitos 11% dos pedidos (equivalente a 311 mil), representando 9% (140 milhões de reais) do volume de vendas.

Ao todo, 1,64 milhão de consumidores realizaram ao menos uma compra em sites de e-commerce, com prazo médio de entrega de 13 dias corridos.

Volume de vendas — A região com mais vendas no país foi ocupada em primeiro lugar pelo Sudeste, com R$ 970 milhões, seguido do Nordeste com R$ 220,2 milhões, Sul com R$ 211,5 milhões, Centro-Oeste com R$ 101,9 milhões e Norte com R$ 32,2 milhões.

Entre as cidades, a primeira posição ficou com São Paulo, com R$ 194,2 milhões, seguida pelo Rio de Janeiro (R$ 116,6 milhões), Belo Horizonte (R$ 34,8 milhões), Brasília (R$ 32,8 milhões), e Curitiba (R$ 23,1 milhões).

Na divisão entre gêneros, 53% das transações foram feitas por homens, enquanto as mulheres responderam por 46%. Já na distribuição por idade, a faixa entre 31 e 40 anos foi a que mais consumiu – ficando com 33% do bolo. As pessoas entre 41 ou mais vieram logo em seguida, com 29%.

Por fim, as categorias com mais transações registradas foram: Eletrodomésticos (R$ 370,8 milhões), Celulares e Smartphones (R$ 327,8 milhões), Eletrônicos (R$ 240,1 milhões), Informática (R$ 146,9 milhões) e Móveis (R$ 74,1 milhões).