Estudo da IBM aponta principais problemas de segurança em 2015 e soluções para 2016

GestãoRegulaçãoSegurança
7 151 Sem Comentários

Para a área de segurança, 2015 foi bastante agitado, segundo estudo desenvolvido pela IBM. Malwares, brechas, violações de dados e novas descobertas de ataques afetaram todas as empresas. No Brasil, nos últimos três anos 38% das violações de dados foram causadas por ataques malignos ou criminais. Já os erros humanos e falhas no sistema atingiram 32% e 30% das vulnerabilidades, respectivamente.

Ataques malignos podem levar uma média de 256 dias para serem identificados, enquanto violações causadas por erro humano levam em média 158 dias. Pensando nisso, a equipe de segurança da IBM realizou uma pesquisa e enumerou três situações de segurança que ocorreram com frequência em 2015 contra empresas:

1 – Incidente de segurança “Onion Layered” (camadas da cebola, na tradução livre) foi um dos que mais causaram danos em seus ataques. Para se ter uma ideia, 80% dos ciberataques eram impulsionados por uma sofisticada aliança criminosa. Muitos dos ataques são provocados por hackers inexperientes, conhecidos como “script kiddies”, que abrem brechas para a entrada de hackers mais sofisticados que são responsáveis pelos maiores danos às empresas.

2 – Ransomware: ficou no topo dos vírus mais comuns. Para entender um pouco a gravidade do problema, o FBI relatou que os ataques de Cryptowall ransomware já renderam mais de US$18 milhões aos hackers de 2014 a 2015. Os pesquisadores da IBM acreditam que ele permanecerá uma ameaça comum e lucrativa em 2016, migrando para dispositivos móveis também.

3 – Os ataques maliciosos perigosos continuam vindo de dentro das companhias. Essa, na verdade, é a continuação de uma tendência que a IBM já tinha reportado em 2014, quando o relatório IBM’s 2015 Cyber Security Intelligence Index revelou que 55% de todos os ataques em 2014 foram realizadas por “insiders” ou indivíduos que tiveram acesso privilegiado a algum sistema da organização de forma consciente ou acidentalmente.

Em 2015 a segurança cibernética se tornou uma verdadeira preocupação para as empresas. Os ataques hackers estão ficando altamente sofisticados e as companhias precisam voltar às lições básicas de prevenção e visualizar um cenário no qual será preciso olhar para todas as possíveis oportunidades de riscos. A equipe da IBM também apontou algumas projeções para 2016:

Segurança em 2016 - vfjpg

(Clique na imagem para ampliar)