Ford cria tecnologia para estacionar veículo por controle remoto em vagas estreitas

CloudEmpresasInovaçãoNegócios

A Ford promete acabar com o inconveniente de estacionar o carro em vagas muito estreitas em estacionamentos públicos. Para isso, desenvolveu um sistema que estaciona o veículo por controle remoto. A vantagem, segundo a montadora, é permitir ao motorista manobrar a distância em espaços perpendiculares muito pequenos, como acontece atualmente em inúmeras garagens de prédios residenciais, escritórios e shoppings, além de áreas públicas.

O sistema funciona com um conjunto de tecnologias semiautônomas que a Ford está desenvolvendo como parte do seu plano global de inovação para a mobilidade.

Pesquisas mostram que o tamanho dos carros aumentou até 25% nos últimos 40 anos, enquanto o espaço nas garagens e áreas de estacionamento muitas vezes permaneceu o mesmo.

“Com o estacionamento remoto, o motorista comanda o carro do lado de fora e tem uma visão muito melhor de todo o ambiente ao redor, o que dá muito mais segurança e tranquilidade, além de evitar ter de fazer malabarismos para entrar e sair do carro”, explica Ahmed Benmimoun, engenheiro de Segurança Ativa da Ford.

De acordo com a Ford, o estacionamento remoto se baseia em duas tecnologias avançadas: o estacionamento automático já disponível em carros atuais da marca, como o Focus, e o estacionamento totalmente automático, equipamento de próxima geração que controla a direção e o engate de marchas para frente e ré, ao comando de um botão. Sensores de radar são usados para monitorar a distância em relação aos outros veículos e obstáculos.

O novo recurso vai ajudar a otimizar o espaço em estacionamentos e áreas urbanas. Com ele é possível parar o carro em vagas apertadas que, de outro modo, não permitiriam ao motorista abrir a porta para se movimentar. Por meio do controle tipo chaveiro, o motorista pode ligar o motor e engatar as marchas remotamente, enquanto acompanha a direção ser manobrada de modo automático do lado de fora.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor