Internet e smartphone respondem por 58,5% das operações bancárias

Cloude-Marketinge-PaymentGestãoMobilidadeVirtualização

Facilidade de uso, praticidade e conveniência são os principais fatores que ajudaram a duplicar a quantidade de clientes que utilizam o mobile banking no Brasil.

Levantamento feito pela FEBRABAN, junto a sete das principais instituições financeiras do país (Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, HSBC, Itaú e Santander), revela que o total de operações realizadas por mobile atingiu 4,9 bilhões no primeiro semestre de 2015, montante equivalente a 93% dos 5,3 bilhões registrados em todo o ano de 2014.

Com isso, a participação de dispositivos móveis entre os canais de atendimento, que chegou a 11% em 2014, sobe para 21% do total das operações, passando ao segundo lugar na preferência do consumidor.

Fica atrás somente do internet banking, que registrou 8,8 bilhões operações bancárias no primeiro semestre de 2015, correspondendo a uma participação de 37,5% das operações bancárias.

Ou seja, internet e mobile já respondem por 58,5% das operações realizadas no sistema. A popularização do uso de celular para transações bancárias contribui para o aumento da bancarização do País, segundo a FEBRABAN.