RNP aposta em nuvem acadêmica para grande volume de dados das universidades

Cloud

A iniciativa foi apresentada pelo diretor de Serviços e Soluções da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), José Luiz Ribeiro Filho, durante o evento Cloudscape Brazil 2015, realizado na semana passada (dia primeiro), no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF/MCTI), no Rio de Janeiro.

Segundo ele, a estratégia adotada pelo Brasil para a implantação de uma nuvem acadêmica irá diminuir a fragilidade das universidades e outras instituições de pesquisa diante da necessidade de armazenar e processar grande quantidade de dados.

“Muitas instituições não têm data centers, então a infraestrutura de armazenamento federada é muito útil para elas”, avalia no evento promovido pelo projeto EU Brazil Cloud Connect e financiado pelo Programa de Cooperação Brasil-União Europeia na área de tecnologias da informação e da comunicação (TICs).

O evento também deu detalhes dos cinco projetos selecionados pela 3ª Chamada Coordenada BR-UE em TIC, realizada no primeiro semestre de 2015, com temas em Computação em Nuvem e Plataformas Experimentais.

Um deles é o EUBra-Big Sea, com previsão de início em janeiro, que desenvolverá aplicações na nuvem para análise de big data em sociedades massivamente conectadas. O projeto será realizado em conjunto com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e avaliará casos de uso típicos das cidades inteligentes.

Outro projeto, na área de Plataformas Experimentais, que terá a coordenação dividida entre Brasil e Europa é o Futebol, com início previsto para março de 2016. O objetivo é construir um ambiente de experimentação para explorar a integração entre redes ópticas e redes sem fio.

Segundo o pesquisador Cristiano Both, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o projeto pode contribuir para aplicações inovadoras em network functions virtualization (NFV), redes definidas por software (SDN), internet das coisas e redes sem fio heterogêneas, além de preencher lacunas em internet do futuro.

*Com informações do Ministério da Comunicação, Tecnologia e Inovação


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor