Toshiba e Fujitsu negociam fusão de unidades de PCs

EmpresasNegócios

É o que dizem fontes nos bastidores do mercado em que atuam as japonesas. Elas estão em conversas para cindir e fundir suas unidades de computadores pessoais, conforme os conglomerados de eletrônicos japoneses buscam se afastar de negócios deficitários.

As conversas entre Toshiba e Fujitsu estão em estágio inicial, de acordo com a agência de notícias Reuters, e não está claro se um acordo será alcançado, disseram as fontes, que não quiseram ser identificadas já que não estavam autorizadas a falar sobre o assunto.

O crescimento de tablets e outros aparelhos, assim como a forte competição, derrubaram o mercado de PCs japonês. Ao mesmo tempo, a Toshiba está sob pressão para se reestruturar após um escândalo contábil de US$ 1,3 bilhão, enquanto a Fujitsu perdeu a lucratividade em PCs diante do iene mais fraco que aumentou o custo de componentes importados.

A combinação das unidades criaria uma companhia com cerca de 1,2 trilhão de ienes (US$ 9,8 bilhões) de faturamento e daria maiores economias de escala que ajudariam a reduzir custos. Mas analistas veem como baixa a possibilidade de um retorno ao patamar de vendas anterior, já que as duas empresas respondem por apenas 6 por cento das vendas globais de PCs.

A Fujitsu disse em comunicado que está buscando opções para sua unidade de PCs depois dos planos anunciados este ano de separar o negócio. A Toshiba disse que busca várias alternativas para melhorar suas operações.

*Com reportagem de Makiko Yamazaki e Reiji Murai, da Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor