Bitdefender supera meta do ano para o Brasil

NegóciosSegurança

A Bitdefender anunciou que, ao longo de 2015, concluiu o exercício com o volume de vendas 5% acima das metas que haviam sido pactuadas junto à Matriz.

O desempenho comercial da empresa foi especialmente expressivo em dezembro, cuja receita superou em 65% a registrada em igual mês de 2014.

Em termos de base instalada, a Bitdefender passou a marca de 480 mil licenças entregues no Brasil, incluindo aí as soluções instaladas em cerca de 6 mil clientes empresariais. Mundialmente, a Bitdefender registra mais de 500 milhões de instalações de seus produtos em dispositivos fixos e móveis.

De acordo com Eduardo D´Antona, presidente da Securisoft e country partner da Bitdefender no Brasil, as vendas locais da empresa vêm crescendo a taxas anuais da ordem de 50% desde que a multinacional transferiu a operação brasileira para a Securisoft há cerca de quatro anos. “Nesse período, saltamos de uma rede de cerca de 30 revendas e integradores, em 2012, para 350 parceiros ativos em 2014 e fechamos 2015 com pouco mais de 500 revendas em atividade”.

Segundo a empresa, o avanço das vendas em meio ao fraco movimento da economia pode ser explicado, em parte, por um crescimento expressivo do mercado de pequenas e médias empresas no que tange a compra de soluções de segurança da informação, devido à percepção mais clara do alto risco imposto pelas ameaças cibernéticas à saúde dos negócios.

“Além disso, as empresas estão gastando muito menos em hardware e aplicações de serviço, em função das ofertas em nuvem, o que acaba liberando o budget para a compra de software de proteção, um item antes negligenciado”, afirma D´Antona.

Em 2015, a Bitdefender aumentou de 16 para 26 seu time de vendedores internos e levou a termo quatro campanhas de prospecção de novos clientes para os parceiros de canais que aderiram a seu programa de marketing cooperado. Na expectativa de D´Antona, as receitas locais de 2016 deverão receber um impulso de cerca de 60%, em comparação com o último exercício, o que permitirá duplicar o market-share da Bitdefender no segmento local de antivírus, saltando de 5% para 10% a participação no mercado nacional.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor