Campus Party terá edição especial em Brasília em 2017

CiênciaEmpresasFinançasInovaçãoMobilidadeNegóciosStartupVestíveis
0 0 Sem Comentários

Nos bastidores, já se desenhava essa possibilidade aguardada pelo público do Distrito Federal e agora está confirmada a realização de uma edição especial da Campus Party, no segundo semestre de 2017, em Brasília. Vários temas serão debatidos no evento que irão desde Dados Abertos e Transparência, Trabalho a Educação do Futuro. Eles darão prosseguimento à bandeira adotada como tema da nona edição da Campus Party Brasil 2016, o Feel the Future (Sinta o Futuro) – iniciada ontem (26/01), no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo e será finalizada em 31/01, no domingo.

O tema Feel the Future tem como mote a discussão e promoção de sugestões para uma sociedade, que em um fiuturo entre 30 e 40 anos, de acordo com estudos recentes e também no entendimento de Paco Ragageles, cofundador da Campus Party, não terá empregos, em um cenário dominado por robôs, que substituirão os humanos em suas atividades tradicionais.

A ideia dos organizadores com o tema central Sinta o Futuro é levantar as discussões para que sejam sugeridas soluções que amenizem os impactos desse futuro e abram caminhos para que a a humanidade encontre uma forma de se encaixar na realidade que está por vir.

Para aquecer os motores, segundo a organização, Brasília deve receber uma amostra do que será o evento em 2017. Francesco Farrugia, presidente do Instituto Campus Party, diz que a iniciativa conta com o apoio do governo do Distrito Federal e está satisfeito por saber que por intermédio da iniciativa, será possível discutir na região tecnologias, comportamento e políticas que irão impactar o futuro das sociedades.

O futuro também reserva novidades positivas para o Brasil e mais cidades deverão receber a Campus Party. “Estamos passando por um processo de expansão das atividades da Campus Party e esperamos nos próximos meses ter a confirmação de pelo menos mais duas cdades que receberão o evento nos próximos anos”, finaliza Farrugia.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor