Ford quer acelerar desenvolvimento de carros autônomos com ampliação de testes

AppsInovaçãoMobilidade
0 0 Sem Comentários

A montadora vai triplicar para 30 sua frota de carros autônomos de teste para somar esforços ao objetivo de acelerar o desenvolvimento dos veículos autônomos.

Em anúncio que coincidiu com o Consumer Eletronics Show (CES) em Las Vegas (EUA), a Ford disse que vai começar a usar um novo, e de menor custo, sensor feito pela Velodyne. O alto custo desses sensores, que agem como os olhos dos carros autônomos, é um dos principais obstáculos técnicos para difundir a venda de veículos autônomos, dizem executivos do setor.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a Ford afirmou que será a primeira montadora a usar o novo sensor da Velodyne. O dispositivo compacto substitui os scanners giratórios montados sobre o teto de alguns veículos em teste. A companhia disse que dois desses sensores podem substituir quatro sensores atuais. O Ultra Puck é pequeno o suficiente para ser montado no espelho lateral, disse a Ford.

A companhia disse que vai adicionar 20 Ford Fusion sedãs híbridos à sua frota de dez veículos autônomos, e testá-los em estradas na Califórnia, Arizona e Michigan (EUA). Montadoras rivais estão testando frotas de carros autônomos. A Alphabet tem testado carros autônomos de vários tipos, incluindo um com design próprio, desde 2009.

A Ford também está explorando formas de juntar dispositivos de automação domésticos como o Echo, da Amazon, a sistemas de comunicações Sync em seus carros para permitir que consumidores controlem as luzes e termostatos do carro a partir de casa, além de dar partida e checar os níveis de gasolina.

*Com informações da Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor