Relatório da Arbor aponta tendências em ameaças avançadas

CyberwarFirewallGestãoSegurançaVírus

A Arbor Networks, divisão de segurança da Netscout, divulga seu 11º Relatório Anual sobre Segurança da Infraestrutura Global (Worldwide Infrastructure Security Report). As informações vieram da comunidade mundial de operações de segurança e vão desde detecção de ameaças e resposta a incidentes até aspectos relativos a equipes, orçamentos e relacionamento com parceiros.

Pela primeira vez, as organizações empresariais, governamentais e educacionais representaram quase metade dos participantes do estudo da Arbor; 52% dos participantes são provedores de serviço.

As cinco principais tendências em ameaças avançadas identificadas no levantamento da Arbor Networks foram:

  • Foco em melhores respostas: 57% das empresas buscam implementar soluções para acelerar os processos de resposta a incidentes. Entre os provedores de serviços, um terço reduziu o tempo necessário para descobrir uma Ameaça Persistente Avançada (APT) em sua rede para menos de uma semana, e 52% declararam que seu tempo entre descoberta e contenção foi reduzido para menos de um mês.
  • Melhor planejamento: em 2015, aumentou a proporção de empresas participantes que desenvolveram planos formais de resposta a incidentes e dedicaram recursos para responder a esses incidentes: 75%, contra dois terços no ano anterior.
  • Invasores em foco: a proporção de participantes empresariais observando invasores maliciosos subiu para 17% (em comparação a 12% no ano anterior). Quase 40% dos participantes empresariais ainda não têm uma solução implementada para monitorar dispositivos BYOD em sua rede. A proporção dos que relatam incidentes de segurança relacionados ao BYOD dobrou para 13%, contra 6% no ano anterior.
  • A questão das equipes: houve uma queda significativa na proporção de participantes que buscam aumentar suas equipes internas para melhorar a prontidão e resposta a incidentes, de 46% para 38%.
  • Crescente dependência de suporte externo: a falta de recursos internos levou a um aumento no outsourcing de serviços gerenciados e de suporte, com 50% das empresas tendo contratado uma organização externa para a resposta a incidentes. Essa proporção está 10% acima do percentual relacionado aos provedores de serviços. Entre os provedores de serviços, 74% relataram ter observado maior demanda dos clientes por serviços gerenciados.

Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor