CPFL instala mais um eletroposto público em Campinas

EmpresasFinançasInovaçãoNegócios
0 0 Sem Comentários

A CPFL Energia, grupo privado do setor elétrico brasileiro, concluiu a instalação do terceiro eletroposto em área pública de Campinas, ampliando para oito o número de pontos de carregamento previsto em seu Programa de Mobilidade Elétrica. O novo eletroposto tem estimativa para entrar em operação no começo da segunda quinzena de fevereiro e permitirá o reabastecimento gratuito dos veículos elétricos que circulam pela região.

A CPFL Energia, grupo privado do setor elétrico brasileiro, concluiu a instalação do terceiro eletroposto em área pública de Campinas, ampliando para oito o número de pontos de carregamento previsto em seu Programa de Mobilidade Elétrica. O novo eletroposto tem estimativa para entrar em operação no começo da segunda quinzena de fevereiro e permitirá o reabastecimento gratuito dos veículos elétricos que circulam pela região.

Instalado no Centro de Convivência Cultural Carlos Gomes, o novo eletroposto possibilita o reabastecimento da frota de táxis elétricos já em circulação em Campinas, além de outros veículos que integram o Programa de Mobilidade Elétrica do grupo e os demais carros elétricos da localidade.

De acordo com a CPFL, o eletroposto é do tipo carregamento rápido, reabastecendo 80% da bateria dos veículos em meia hora. O equipamento é compatível com os veículos fabricados com plug tipo 2 (Mennekes), o que inclui as montadoras Renault, BYD e BMW. O ponto de carregamento tem um custo total estimado em R$ 74 mil e possibilita o abastecimento de um carro por vez.

O novo ponto de carregamento foi viabilizado em parceria com a chinesa BYD, responsável por bancar a conta de energia do eletroposto público. A CPFL Energia, como contrapartida, arcou com as despesas de compra e instalação do equipamento.

“Com os eletropostos públicos, a companhia terá condições de avaliar o impacto dos veículos elétricos na rede de distribuição local e também ganhará know-how para desenvolver e operar uma rede própria de eletropostos”, diz o diretor de Estratégia e Inovação do grupo, Rafael Lazzaretti. Ele acrescenta que o novo equipamento permitirá que a CPFL Energia amplie o seu banco de dados sobre o perfil de uso dos veículos elétricos.

Como usar o eletroposto

Os usuários interessados em usar o eletroposto precisarão efetuar um cadastro prévio no Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL pelo e-mail mobilidade.e@cpfl.com.br, informando nome, telefone, modelo e placa do carro. Um cartão para ser usado no equipamento será enviado ao motorista ou poderá ser retirado na sede da CPFL Energia.

Todos os usuários cadastrados poderão recarregar seus veículos elétricos no eletroposto gratuitamente até que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) regulamente a cobrança para a mobilidade elétrica no País. “O eletroposto público permitirá avançarmos nos estudos para propormos o enquadramento legislativo e regulatório para a constituição de um modelo de cobrança e tarifação no Brasil, assim como já ocorre em outros países, como EUA e Alemanha”, diz Lazzaretti.

Atualmente, Campinas conta com dois eletropostos públicos em operação, sendo um localizado em frente à sede da CPFL Energia e outro na área externa do posto de serviços automotivos da Bosch. Além disso, a companhia, em parceria com a Rede Graal e com a CCR, inaugurou no final do ano passado o primeiro corredor elétrico do País, entre Campinas e São Paulo. Um eletroposto universal foi instalado no Posto Graal 67, no sentido interior da Rodovia Anhanguera, na altura de Jundiaí, facilitando as viagens entre as duas cidades.

A instalação do eletroposto do Cambuí conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, da Emdec, da Setec e do Departamento de Praças e Jardins. De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), foram licenciados 1,8 mil unidades de 2012 a 2015 no Brasil, entre 100% elétricos e híbridos.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor