Google abandona editor de fotos Picasa em março

EmpresasEscritórioNegócios
0 0 Sem Comentários

A Google vai abandonar o suporte ao editor de fotografias Picasa a partir do próximo mês, anunciou o executivo Anil Sabharwal no blogue corporativo da empresa.

O suporte à versão desktop do editor termina a 15 de março, embora continue funcionando para quem baixar o software até essa data. No caso da versão web – Picasa Web Albums – a Google vai lançar uma nova forma de acessar aos álbuns já criados, mas a partir de 1 de maio os usuários deixam de poder criar novos. Essas funções serão um exclusivo do Google Photos.

Este é, aliás, o motivo destas mudanças. “Desde o lançamento do Google Photos, tivemos muitas questões sobre o que isto significa para o futuro do Picasa. Depois de muitas considerações, decidimos reformar o Picasa nos próximos meses para nos focarmos integralmente num único serviço de fotos”, escreveu o responsável Anil Sabharwal no blog. O novo editor foi lançado no verão do ano passado, durante o Google I/O, com a particularidade de não ter limite de armazenamento.

“Acreditamos que podemos criar uma experiência muito melhor concentrando o foco num serviço que oferecer mais ferramentas e funciona no móvel e desktop, em vez de dividirmos os esforços em dois produtos diferentes”, completou o executivo.

Quem usa os álbuns web pode simplesmente fazer login no Google Photos para acessar às suas fotos, etiquetas e comentários, está tudo lá. Senão, a nova forma de acessar chegará em maio.

A Google também informou os programadores de que algumas funções da API do Picasa serão removidas.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor