IBM dá dicas sobre como gerir empresas de forma íntegra

Regulação
0 11 Sem Comentários

No meio de apresentações sobre soluções de armazenamento, Linux, servidores e segurança, a IBM introduziu uma sessão sobre como vencer no mercado mantendo a integridade.

Foi um momento diferente na PartnerWorld Leadership Conference, em Orlando, que surpreendeu muitos dos parceiros na audiência. A apresentação foi feita por Maria Paloma Garcia, diretora de confiança e conformidade da IBM, e Marc Dupaquier, diretor-geral do programa de parceiros da empresa.

Os dois executivos desafiaram a audiência a responderem a uma sondagem online com várias perguntas sobre escândalos de corrupção, e começaram pelo mega processo que escaldou a FIFA no ano passado, passando também pelas condenações de grandes empresas como a Siemens e a Alstom. “O Departamento de Justiça aprovou recentemente uma nova medida, que irá responsabilizar individualmente os executivos culpados de más práticas nas empresas”, sublinhou Maria Paloma, referindo que se espera que esta medida funcione para desencorajar este tipo de ações.

“A IBM tem investido muita energia nesta questão”, indicou a executiva. “Agir com integridade é a coisa certa.” Maria Paloma referiu algumas das medidas que a empresa tem lançado, incluindo a formação em integridade, o código de conduta que os parceiros têm de seguir, fóruns de discussão dedicados ao tema e o programa “Tell IBM. “Acreditamos que vencer com integridade, construir essa cultura, é uma função do dia a dia. Temos de nos manter vigilantes”, referiu a responsável. “O tom da conversa é essencial, mas é preciso fazer o que se diz. As ações falam mais alto que as palavras.”

Entre as dicas partilhadas pela responsável está a necessidade de manter uma cultura de responsabilização em todos os níveis hierárquicos, garantir que as pessoas que desconfiam de alguma coisa podem falar em segurança e usar as ferramentas fornecidas, neste caso, pela IBM – da formação à discussão.

“Acreditem que podem fazer a diferença. Cada um de nós pode, e deve, fazer a diferença.”


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor