Apple revela iPhone SE mais barato e novo iPad Pro

MobilidadeSmartphonesTablets

A Apple revelou finalmente seus dois novos dispositivos: o iPhone SE, com tela de 4 polegadas, e o iPad Pro, uma versão mais pequena do tablet profissional da marca.

O lançamento oficial será feito já no final do mês, 31 de março, mas o Brasil não consta do primeiro nem do segundo lote de países que irão receber o iPhone SE. Esse é o celular mais barato de sempre da Apple, começando nos 399 dólares nos Estados Unidos (antes de impostos). Na Europa, o smartphone rondará os 490 euros.

Essa foi a última apresentação da Apple no Town Hall da sede, em Cupertino, antes da mudança para um novo campus em 2017. A sessão durou apenas uma hora e foi feita de forma muito simples, bem ao jeito do executivo Tim Cook. O iPhone SE pode ser resumido como o hardware do iPhone 6s encaixado no design do iPhone 5s – é quase impossível distingui-los.

“Esse é o iPhone de 4 polegadas mais poderoso de sempre”, afirmou Tim Cook, reiterando o que o executivo Greg Joswiak já dissera ao revelar o celular. Uma afirmação que se confirma facilmente – tem o processador A9, com arquitetura de 64-bit, e o co-processador de movimento M9. Consegue assim o dobro da performance do 5s, o último iPhone de 4 polegadas que a marca tinha lançado, em 2013.

No restante, o SE tem todas as características premium do 6s e 6s Plus, desde o vídeo 4K e Siri sempre ligado à melhoria da duração da bateria, que pode chegar a 13 horas em uso 4G. Apple Pay e câmara de 12 megapixeis também estão incluídos.

A única surpresa no iPhone SE é que o preço mais baixo não significa uma redução da qualidade do hardware, como ocorrera com o iPhone 5c. Na verdade, esse novo celular é mais poderoso que os iPhones 6 e 6 Plus, de 2014, por conta do A9. Só não tem o 3D Touch do 6s.

Confirmando os rumores, a Apple apresentou ainda um iPad Pro mais pequeno, com versão adicional de 256 GB. O tablet é igual ao que foi lançado em 2015, mas com tela de 9,7 polegadas em vez de 12,9. O preço é substancialmente inferior, começando nos 599 dólares, e estará disponível “em breve”, segundo a loja online da Apple Brasil. O iPad Pro original, à venda desde dezembro, custa uns exorbitantes R$7.299.

Também há boas notícias para quem pensa comprar um Apple Watch: a marca reduziu o preço do relógio inteligente de R$$2.899 para R$2.599.

Foram ainda apresentadas atualizações sobre iniciativas ambientais da Apple e o kit de pesquisa ResearchKit, Apple TV e iOS 9.3, que pode ser baixado a partir de hoje.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor