EMBRAPII CPqD e PWT desenvolvem distribuidor inteligente para redes ópticas

CiênciaInovação
0 0 Sem Comentários

Um Distribuidor Geral Óptico (DGO) inteligente, destinado a facilitar e dar mais agilidade ao trabalho de manutenção de redes de fibra óptica. Esse é o objetivo do projeto Smart DGO, que a Unidade EMBRAPII CPqD – Comunicações Ópticas está desenvolvendo em parceria com a PWT Telecom, empresa de Campinas que produz e fornece equipamentos para operadoras de telecomunicações e de TV por assinatura, entre outros segmentos.

Com essa inteligência, a plataforma de DGOs da PWT ganhará capacidade de monitorar fisicamente os enlaces ópticos, além de propiciar o gerenciamento e segurança no acesso aos quadros de distribuição.

Para isso, o novo DGO terá um módulo de processamento, responsável pelo controle do acesso a esses quadros e, também, por manter uma base de dados com a disposição das conexões de fibra óptica.

O projeto envolve ainda o desenvolvimento de um módulo de identificação de falhas em fibras ópticas, conhecido como OTDR (Optical Time Domain Reflectometer), que será incorporado ao novo equipamento.

A combinação desse módulo, normalmente utilizado para avaliar a integridade dos cabos de fibra óptica, com a placa de processamento permitirá localizar remotamente eventuais falhas na rede de cabos. A solução visa automatizar alguns controles – que ainda são manuais – e agilizar a integração entre os sistemas das operadoras.

Com um ano de duração e término previsto para setembro, o projeto envolve o desenvolvimento do sistema óptico, além de hardware e software embarcado, e ainda a realização dos testes de validação – que serão feitos nos laboratórios do CPqD. Além de participar do desenvolvimento, a Unidade EMBRAPII CPqD – Comunicações Ópticas tem a responsabilidade pela gestão e coordenação geral do projeto.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor