Intel faz parceria com Exos para analisar dados dos vestíveis

Big DataData StorageInovaçãoVestíveis

A Intel tem investido no segmento dos vestíveis, em especial ligados ao fitness, e quer atrair mais usuários e marcas para o mercado. É por isso que a gigante dos processadores anunciou uma nova parceria com a Exos, para dar significado aos dados extraídos destes gadgets.

A Exos é uma empresa que desenvolve planos para melhorar a performance e saúde de atletas. As duas marcas vão colaborar no desenvolvimento de programas educativos e na disponibilização de dados mais relevantes para os profissionais na área do fitness, através da informação coletada pelos vestíveis.

Numa publicação no blog da Intel, o vice-presidente de novos dispositivos Steven Holmes escreve que o fato dos vestíveis de fitness poderem registrar cada passo e batimento cardíaco não significa muito se não houver uma ligação entre o conhecimento e a ação. A Intel, diz, quer reinventar a forma como a tecnologia pode ajudar as pessoas a manterem-se em forma e a melhorarem o seu desempenho pessoal.

A parceria com a Exos irá tornar os dados provenientes dos vestíveis “mais úteis e acionáveis para o usuário.” A empresa já trabalha com atletas de alta competição, militares e organizações Fortune 500, “mas a próxima evolução é levar esse conhecimento ao dia a dia dos consumidores, em grande escala.”

Este acordo tem três vertentes. Uma é o desenvolvimento de cursos de formação para profissionais de fitness, com a integração de dados de vestíveis para poderem ajudar os seus clientes. Os cursos estarão disponíveis online a partir do segundo trimestre.

Outra componente centra-se no programa de bem estar desenvolvido pela Intel a partir de 2008, que agora passará a integrar dados dos vestíveis, e uma terceira vertente estará na criação de produtos conjuntos com a Exos.

“Os vestíveis transformaram a performance, mas os dados só são úteis se levarem a conhecimentos significativos, programas individualizados e resultados positivos”, sublinha o vice presidente de inovação da Exos, Craig Friedman. “Ao trabalhar com a Intel, queremos desenvolver esta ligação que está falhando, mostrando aos usuários como pegar nos dados e aplicá-los de forma personalizada.”

Steven Holmes, da Intel, acrescentou que a empresa está trabalhando na “digitalização do esporte”, e pretende transformar a indústria da saúde e do fitness através de uma abordagem centrada nos dados.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor