Mercado de realidade virtual vai crescer 84,5% ao ano até 2020

InovaçãoVestíveis

A venda de aparelhos de realidade virtual vai crescer a um ritmo anual de 84,5% durante os próximos quatro anos, com o mercado chegando a 50 milhões de unidades em 2020. São dados de um novo relatório da ABI Research, uma consultora dedicada à inovação no mercado tecnológico.

O estudo cobre também a realidade aumentada, segmento em que a Microsoft se prepara para um lançamento muito relevante com o HoloLens. Mas a ABI Research sublinha a importância principalmente do Oculus Rift, que o Facebook lança a 28 de março, do HTC Vive, Samsung Gear VR e Google Cardboard.

“O ecossistema de conteúdos de realidade virtual está se abrindo para incluir não só jogos casuais e de RV tradicional, mas também experiências educativas”, realça o diretor-geral da ABI Research, Sam Rosen. “O vídeo 360º também viu investimentos notáveis do Facebook e YouTube, apontando para outra oportunidade promissora de crescimento na realidade virtual”, afirmou o responsável, em comunicado. “Enquanto os programadores de conteúdos ainda estão aprendendo de que forma os consumidores interagem com sistemas de RV móveis, a realidade virtual nos jogos core e realidade aumentada estão em trajetórias de crescimento bem definidas.”

A consultora sublinha o papel do Cardboard do Google, que é a plataforma de lançamento para a realidade virtual low-cost. Cinco milhões de unidades foram já distribuídas desde o seu lançamento, em meados de 2014.

Embora o Oculus Rift e PlayStation VR não necessitem de smartphones, os consultores da ABI Research consideram que estes são a “plataforma perfeita” para este mercado. “À medida que as suas capacidades continuam evoluindo, antecipamos que a realidade virtual de topo, que é neste momento um exclusivo para as consolas de jogos e computadores, se expanda para utilização móvel em 2020”, prevê o analista Eric Abbruzzese. “O Google Cardboard é apenas o início”, continua. “Nos próximos anos, crescimento independente em grandes mercados, incluindo nos dispositivos móveis, vestíveis, jogos, publicidade e dados, vão todos tirar sinergias e potenciar o próximo nível de crescimento revolucionário na RV móvel”, conclui. 

No Mobile World Congress, em Barcelona, a Samsung levou ao palco o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, para falar do Gear VR e dos vídeos 360º. A LG anunciou que vai oferecer módulos de hardware para melhorar certos aspectos do novo smartphone G5 e um acessório de realidade virtual, LG 360 VR. O Google Cardboard ganhou o prémio para Melhor Aplicativo Móvel nos prémios Glomo da GSMA, que organiza o MWC.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor