Microsoft cria projeto para apoiar esporte olímpico brasileiro

EmpresasFornecedores de SoftwareNegóciosProjetos
1 26 Sem Comentários

A Microsoft realiza o pré-lançamento da iniciativa de crowdfunding Coletivo do Esporte com o objetivo de facilitar a captação de recursos financeiros para projetos esportivos em todo País. A empresa quer contribuir para o desenvolvimento dos jovens por meio do esporte e oferecer uma melhor preparação de esportistas brasileiros para Jogos Olímpicos.

A plataforma é inédita, segundo a Microsoft, por contemplar também o financiamento integrado (cross-funding), ou seja, tanto pessoas quanto empresas podem apoiar o esporte nacional com doações e recebem benefícios de leis de incentivo. O portal estará disponível a partir do dia 7 de abril, quando faltarão 120 dias para o início da Rio 2016.

O #coletivoDOEsporte conta com seis projetos cadastrados e a expectativa é a de que novas propostas de apoio a atletas das mais variadas modalidades olímpicas sejam incorporadas ao longo dos próximos dias. Cada um deles tem a sua história e terá suas metas, objetivos e resultados claramente comunicados, assim como seu impacto na vida de milhares de jovens e futuros atletas.

Trata-se de uma forma mais profunda de engajamento entre os fãs e as suas paixões. Esse é o efeito multiplicador que a Microsoft acredita que pode levar os brasileiros a estimularem nossos talentos no esporte neste e nos próximos anos.

O Coletivo do Esporte está baseado em três pilares: a reunião de vários projetos de atletas, ex-atletas e treinadores em uma única plataforma pública, a visibilidade deles e o estímulo ao apoio e o acompanhamento da evolução de cada um de forma simples e transparente.

Para Paula Bellizia, presidente da Microsoft Brasil, o Coletivo do Esporte está em sintonia com a missão da companhia de empoderar as pessoas a conquistarem mais. “Temos um compromisso com o apoio ao desenvolvimento do país, principalmente com foco na criação de oportunidades para os jovens. Acreditamos no potencial do esporte brasileiro e por isso queremos sensibilizar a sociedade e as organizações para contribuir com estes projetos, apoiando o desenvolvimento de nossos talentos”, diz a executiva.

Marcus Vinícius Freire, diretor executivo de Esportes do Comitê Olímpico do Brasil, diz que a parceria é para ajudar a promover o desenvolvimento do esporte olímpico após os Jogos Rio 2016.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor