Tivit vai investir R$ 46 milhões em cloud neste ano

CloudEmpresasFinançasNegócios
0 0 Sem Comentários

A Tivit, focada em serviços integrados de tecnologia na América Latina, vai investir R$46 milhões em cloud computing. O aporte prevê ainda a ampliação da oferta com a adoção de um modelo multicloud que oferecerá aos clientes uma solução híbrida, combinando ambientes tradicionais, nuvens privadas e também públicas de outras empresas.

Somente no ano passado, a Tivit investiu R$ 15 milhões em cloud computing, e sua oferta representou cerca de 10% do faturamento total da companhia.

“A expectativa em 2016 é uma receita superior a R$ 300 milhões nessa área na América Latina. Em três anos, o objetivo é que cloud computing represente 20% dos negócios da TIVIT”, afirma André Frederico, diretor de Desenvolvimento Corporativo da Tivit.

Está prevista nesse pacote a criação de uma interface que proporcione mais visibilidade, controle e gestão de múltiplas clouds, ajudando o cliente a extrair o melhor de cada nuvem em um único lugar. Ou seja, a solução possibilitará a melhor gestão por parte das empresas, que poderão concentrar tudo em um só local, otimizando os recursos de acordo com suas diferentes necessidades.

Para expandir a oferta foi preciso investir na infraestrutura, visando aprimorar ainda mais os serviços oferecidos aos clientes, além da ampliação das nuvens em novas localidades e em diferentes países da América Latina.

De acordo com a empresa, o objetivo é colocar a integração e a presença regional da companhia a favor também da oferta de cloud. Assim, os clientes poderão usufruir de diversas facilidades desta proximidade física, como precificação em moeda local e gestão integrada com ambientes legados, sem perder as vantagens inerentes aos serviços baseados em nuvem.

Frederico diz que as empresas têm demonstrado uma adoção cada vez mais crescente por serviços de cloud computing. “A quantidade de aplicações em nuvem vem aumentando consideravelmente e as empresas em geral estão sentindo a necessidade de ter parceiros que os ajudem a gerir esse cenário multicloud com eficiência”, explica o executivo.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor