Governo brasileiro e Ericsson vão trabalhar juntos em inovação de IoT

InovaçãoMobilidadeNegócios

Representado pelo Ministério das Comunicações, o governo brasileiro e a Ericsson estabeleceram acordo de cooperação mútua para realização de projetos de prova de conceito para a Sociedade Conectada no Brasil.

A iniciativa inclui a criação do Laboratório da Sociedade Conectada no Brasil para testar novas tecnologias com medição do impacto positivo da Internet das Coisas (IoT), incluindo água inteligente, agricultura, proteção de floresta até prevenção contra desastres e monitoramento.

“A Internet das Coisas está crescendo rapidamente como um agente muito expressivo da transformação, já que ela une o mundo físico com o mundo digital. Cooperando com o Laboratório da Sociedade Conectada da Ericsson, vamos entender melhor o cenário e nos colocarmos na vanguarda sobre como podemos melhorar de forma sustentável a agricultura, as cidades inteligentes, a energia, a produção industrial, entre outras áreas no Brasil”, diz André Figueiredo, Ministro das Comunicações.

Para Maximiliano Martinhão, Secretário de Telecomunicações,  a cooperação com a União Europeia e suas empresas constitui importante componente da estratégia brasileira de desenvolvimento das tecnologias IoT e 5G. “Recentemente, fizemos uma declaração conjunta com o Comissário Europeu para a Economia Digital e Sociedade sobre essa parceria e já começamos a colher seus frutos nessa iniciativa.”

O Laboratório da Sociedade Conectada no Brasil será inaugurado no dia 29 de abril. O projeto é parte do Centro de Inovação da Ericsson que busca desenvolver parcerias com universidades, clientes, fornecedores e agências de desenvolvimento, parceiros públicos e privados envolvidos no desenvolvimento de soluções IoT no Brasil e na América Latina.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor