Infovia de Sorocaba moderniza infraestrutura de rede com tecnologia HPE

EmpresasFinançasNegócios
0 0 Sem Comentários

Sorocaba é a quarta maior cidade do estado de São Paulo, com aproximadamente 650 mil habitantes. Nos últimos anos, o município vem realizando uma série de investimentos em modernização de infraestrutura que atendem às demandas das empresas, instituições de ensino e órgão de governo.

Um exemplo são os locais de acesso público, como escolas, unidades de saúde, centros culturais, parques, terminais de transporte, bibliotecas e shoppings que têm acesso livre à internet, permitindo que os cidadãos acessem o portal Sorocaba.sp.gov.br a qualquer momento.

Maurício Rodrigues Gomes, diretor de Tecnologia da Informação da Secretaria de Planejamento e Gestão da Prefeitura de Sorocaba, diz que a construção dessa estrutura começou há cerca de dois anos. “Contávamos com mais de 300 unidades externas interligadas via rádio e grandes sistemas espalhados por esta rede”, destaca, lembrando que a velocidade da rede, 2 MBps, não permitia que os sistemas fossem utilizados em sua plenitude.

Na prática, a prefeitura de Sorocaba tinha demanda por disponibilidade e velocidade que só uma rede de fibra óptica de alta velocidade poderia atender. “O conceito de smart gov não é possível sem uma infraestrutura de alto desempenho, flexível e de alta disponibilidade, por isso decidimos mudar. Preparamos então um plano diretor de TI, onde a infraestrutura era fator fundamental.”

Em processo licitatório, por técnica e preço, a Hewlett Packard Enterprise (HPE) foi a fornecedora vencedora dos ativos de rede (switches) do projeto, que foi realizado em etapas e contou ainda com cabeamento Furukawa e software de gestão de redes HPE IMC.  “A implementação começou em setembro de 2013 e, em dezembro daquele ano, já tínhamos o backbone principal integrando os 27 pontos de maior acesso, que eram as unidades de pronto atendimento, as grandes escolas e a Policlínica”, conta Gomes.

“O projeto foi concluído em setembro de 2014. Também fizemos redundância do swtich core com equipamentos HPE que tínhamos desde dezembro de 2013, quando o núcleo da rede já estava em funcionamento”, explica.

O tráfego da Infovia é inspecionado em tempo real com tecnologia de última geração para a identificação de ameaças e eliminação de fluxos nocivos. A inteligência de detecção é atualizada diretamente por um instituto especializado em pesquisa de vulnerabilidades, garantindo a agilidade necessária a proteção contra ameaças ainda não divulgadas (Zero Day Initiative).

“Com a Infovia, criamos um ambiente digital que favorece a modernização da gestão pública, o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico e ampliamos a prestação de serviços aos cidadãos em diversas áreas”, detalha Gomes. De acordo com o executivo, o projeto ainda trará impactos em áreas como educação, saúde, segurança, turismo, esporte, engenharia de tráfego e muitas outras que podem ser significativamente transformadas com inciativas de cidade digital.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor