Intel tira da manga estratégia para nuvens ágeis e escaláveis

CloudData CenterEmpresasFinançasGestãoIAASNegócios

A estratégia da Intel Corporation é unir diversas tecnologias e colaborações que facilitem a implantação de nuvens ágeis e escaláveis. O objetivo é atingir o coração das empresas que desejam fornecer novos serviços de forma mais rápida e, consequentemente, aumentar suas receitas. E a Intel diz estar pronta para guiá-las.

A Intel entende que as empresas desejam flexibilidade e opções em modelos de implantação de nuvem para suportar a inovação ao mesmo tempo em que mantém o controle sobre seus recursos mais estratégicos. Apesar da disposição para investir em uma infraestrutura definida por software (SDI, na sigla em inglês), as companhias consideram que fazer isso por conta própria é complexo e demorado.

Por essa razão, a companhia está simplificando o caminho da migração para a nuvem com os novos processadores, drives em estado sólido e colaborações da indústria para ajudar as empresas a fornecerem novos serviços na escala e velocidade anteriormente encontradas apenas nas nuvens públicas mais avançadas.

Diane Bryant, vice-presidente sênior e gerente geral do Grupo para o Data Center da Intel, diz que as empresas querem se beneficiar da eficiência e da agilidade da arquitetura da nuvem em seus próprios termos, usando as ofertas de nuvem pública, implantando sua própria nuvem privada ou ambos.

“O resultado é uma demanda reprimida por infraestrutura definida por software. A Intel está investindo para amadurecer as soluções SDI e fornecer um caminho rápido para que empresas de todos os tamanhos aproveitem os benefícios da nuvem”, diz o executivo.

A SDI é a base para as nuvens mais avançadas do mundo. Ela torna a entrega de serviços em nuvem mais rápida e mais eficiente ao alocar dinamicamente os recursos necessários de processamento, armazenamento e rede por meio de software inteligente e da organização cuidadosa na entrega de aplicativos e serviços sob demanda para muitos usuários.

Os lançamentos para agilizar a migração

O lançamento da família do processador Intel Xeon E5-2600 v4, criado com o processo tecnológico de 14 nanômetros da Intel, provê os principais ingredientes para as SDIs, incluindo a tecnologia Intel Resource Director, que habilita os clientes a migrarem para nuvens totalmente automatizadas baseadas em SDIs com mais visibilidade e controle sobre recursos críticos compartilhados, como os caches do processador e a memória principal. O resultado é uma organização inteligente, bem como uma melhora nos níveis de serviço, garante a fabricante.

A nova família de produtos oferece desempenho melhorado para tarefas em nuvem com 20% mais núcleos e cache do que a geração anterior, bem como suporte para memórias mais rápidas e outras tecnologias integradas para acelerar diversas das cargas de trabalho de servidores, rede e armazenamento.

As melhorias de segurança, como o isolamento da carga de trabalho, o reforço das políticas de segurança e a criptografia mais rápida foram incluídas para ajudar a proteger os dados de forma mais eficiente.

Para um acesso rápido e confiável aos dados na nuvem, a Intel anuncia o lançamento dos drives em estado sólido (SSDs – Solid State Drives em inglês) otimizados para a família do processador Intel Xeon E5-2600 v4 e implantações de armazenamento empresarial e nuvem.

O Intel SSD DC P3320 e o P3520 Series são os primeiros SSDs da Intel a usar a tecnologia 3D NAND de mais alta densidade da indústria para fornecer aos usuários a solução de armazenamento mais eficiente e densa. O DC P3320 oferece uma melhoria de até 5 vezes no desempenho em comparação aos SSDs baseados na SATA4.

Os novos Intel SSD DC 3700 e D3600 Series são os primeiros SSDs dual-port PCI Express da Intel a usar o protocolo Non-Volatile Memory Express (NVMe). O design com duas portas fornece proteção contra falhas e redundância críticas, protegendo contra a perda de dados em implantações de armazenamento de missão crítica. Os clientes que adotarem o D3700 podem ver uma melhoria de até seis vezes no desempenho em relação às atuais soluções SAS.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor