BMW reestrutura divisão de carros elétricos e foca em veículos autônomos

EmpresasInovaçãoInvestigaçãoMobilidadeNegócios

A montadora BMW transformou sua divisão “i” em um centro de desenvolvimento para carros autônomos, disse um membro do conselho à Reuters. Uma grande mudança estratégica para a unidade que anteriormente focava na fabricação de uma linha de veículos elétricos leves.

Enquanto o Model 3, da Tesla, chegará às concessionárias em 2017 e as rivais Porsche e Audi trabalham em carros totalmente elétricos para lançamento até 2019, a BMW parece ter colocado tais veículos em banho-maria. Seu próximo carro totalmente elétrico não estará pronto até 2021.

A empresa mudou de direção após seu único carro completamente movido a bateria, o i3, não ter atraído a atenção do público, com apenas 25 mil vendidos em 2015. Em comparação, a Tesla já recebeu mais de 370 mil pedidos para seu Model 3.

Agora, em vez de tentar competir com Tesla e Porsche com uma nova limousine esportiva livre de emissões nos próximos dois anos, seu foco será o desenvolvimento de um carro elétrico com a próxima geração de tecnologia: a direção autônoma.

Em entrevista em Munique, o membro do conselho da BMW Klaus Froehlich, responsável pelo desenvolvimento, disse que relançou a divisão em abril como unidade dedicada à produção de carros autônomos.

*Com reportagem de Edward Taylor e Irene Preisinger, da Reuters


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor