Empresa de realidade aumentada Lumus levanta 15 milhões

InovaçãoVestíveis

A empresa israelense de realidade aumentada Lumus assegurou uma nova ronda de financiamento na ordem dos 15 milhões de dólares. Esta nova ronda servirá para expandir as capacidades dos óculos desenvolvidos pela empresa.

Estes óculos são transparentes e têm várias tecnologias patenteadas. Por exemplo, a Lumus criou uma tecnologia que permite projetar conteúdos em ecrãs transparentes tão pequenos como as lentes dos óculos, chamada Light-guide Optical Element waveguide. Este mini-projetor “injecta” a imagem na lente, que contém refletores ultra-finos e transparentes.

A série de financiamento foi liderada pela firma de investimento privado Shanda Group e pelos chineses da Crystal-Optech. A Lumus poderá agora escalar a produção da sua tecnologia óptica, que pretende colocar no mercado de massas.

A vantagem, disse o CEO da empresa Ben Weinberger ao TechCrunch, é que a lente consegue ter um campo de visão muito brilhante e alargado em espaços bastante pequenos. “Para cada campo de visão, a Lumus consegue mostrar uma imagem com muito melhor qualidade num formato bem mais pequeno que qualquer outra tecnologia”, explicou.

Num ano em que a realidade virtual centra todas as atenções, os segmentos de realidade aumentada e realidade mista também se prepara para a explosão. Segundo a consultora MarketsandMarkets, este mercado irá crescer para 79,8 bilhões de dólares em 2022.

A Reuters avança que várias fabricantes de eletrónica de consumo e óculos inteligentes já usam a tecnologia da Lumus para os seus dispositivos transparentes.

 


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor