Huawei apresenta solução KunLun 9032 com novo Intel Xeon integrado

EmpresasInovaçãoNegócios

A chinesa Huawei, companhia global de tecnologia da informação e comunicação, apresentou no Ciab Febraban, que teve início hoje (21) em São Paulo e termina no próximo dia 23, o KunLun 9032, um servidor de missão crítica. O equipamento foi atualizado e agora traz o novo processador Intel Xeon E7 v4.

De acordo com a Huawei, a solução é a primeira do mundo a apresentar 32 CPUs interconectadas, capaz de acelerar a transição aberta de ambientes corporativos, incluindo setor financeiro, e melhorando a eficiência de custo de computação. Por essa razão, considera a tecnologia um marco na computação.

O Huawei Kunlun 9032 integra um ecossistema aberto, interconexão de processador e tecnologia de confiabilidade aprimorada RAS 2.0. O servidor é equipado com o novo processador Intel Xeon E7 v4 e tem 576 núcleos, 768 DIMMs de recursos de computação em um sistema e um fator de escalabilidade de 1.97 vez. Com 32 CPUs interconectadas, o usuário pode perceber uma extrema melhoria no tempo de resposta das aplicações e consequentemente da qualidade de serviço.

A Huawei destaca que a solução foi criada para suporte de tomada de decisões e processamento de conteúdo de dados críticos e é ideal para processamento de transações em tempo real, computação em memória e nós de grande porte para HPC. Comparado a servidores UNIX, o KunLun diminui o custo total de propriedade em 30%.

O Kunlun [nome inspirado em uma cordilheira da China e uma das maiores da Ásia] foi avaliado por testes benchmark de desempenho de computação, que analisaram capacidades de processamento de transações on-line de bancos de dados. A solução alcançou uma pontuação de 18 milhões de transações por minuto por meio de simulação de carga HammerDB. A pontuação é 50% maior do que a de computadores de médio porte de alta performance.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor