Pfizer e IBM vão criar soluções para auxiliar pacientes com Parkinson

EmpresasFinançasNegócios

A indústria farmacêutica multinacional Pfizer e a IBM anunciaram em abril uma pesquisa colaborativa inédita para desenvolver soluções inovadoras de monitoramento remoto que ajudem a transformar a assistência aos mais de 10 milhões de pacientes com doença de Parkinson em todo o mundo, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O objetivo das empresas é oferecer, em tempo real, informações mais precisas sobre os sintomas dos pacientes aos profissionais de saúde, medindo com precisão uma variedade de indicadores de saúde por meio de um sistema de sensores, dispositivos móveis e aprendizado de máquina.

Agora, os pesquisadores esperam contribuir para uma melhor compreensão a respeito da progressão da doença e da reposta do paciente à medicação, de modo que a ferramenta auxilie na tomada de decisões sobre o tratamento e na realização de estudos clínicos, além de acelerar o desenvolvimento de novas opções terapêuticas.

“Com monitoramento 24 horas por dia, combinando os conhecimentos científicos, médicos e regulatórios da Pfizer com a capacidade da IBM para integrar e interpretar dados complexos de formas inovadoras, temos a oportunidade de redefinir completamente a forma como lidamos com esses pacientes”, afirma o presidente de Pesquisa e Desenvolvimento da Pfizer, Mikael Dolsten.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor