Startup abre capital em plataforma de investimento coletivo

NegóciosStartup

A Mercado Ribeirão é uma prestadora de serviços apoiada numa plataforma tecnológica que reúne shopping online, pesquisas de preços além de serviço logístico integrado. De acordo com a startup, tudo é feito por meio de softwares e aplicações web e iOS que, interligados, realizam comparação de preços de milhares de produtos em diferentes fornecedores.

“Não existe empresa em todo o mundo que englobe essas três atividades. Somos diferentes por sermos os pioneiros, promovermos a concorrência franca entre lojistas e varejistas e por focarmos num modelo regionalizado, facilmente replicável para outras praças, respeitando cada mercado/cidade, sua cultura e especificidades”, afirma Leandro Falcão, CEO da empresa, sediada em Ribeirão Preto (SP).

Considerada uma Empresa de Pequeno Porte (EPP), a Mercado Ribeirão quer crescer e, para isso, conta com a vitrine do Broota, serviço de equity crowdfunding – uma plataforma que permite a pessoas físicas realizar investimento coletivo em startups.

Nesse modelo, além de aplicar seu capital, os investidores passam a ter participação no negócio. Já as startups, contam a comodidade para acelerar a captação, não correndo o risco de uma falta de liquidez, por exemplo.

“Qualquer pessoa pode se tornar sócia”, destaca Falcão. A cota mínima para fazer parte do negócio é de R$ 2,5 mil. “Esperamos ser um exemplo positivo no mundo corporativo para que outras empresas do interior paulista possam empreender e crescer abrindo seu capital, mesmo sendo uma EPP”, complementa o CEO.

Além da visibilidade do crowdfunding, grandes fundos de investimento já estão de olho no negócio, afirma a empresa. Em 2015, a Mercado Ribeirão, por meio da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP), apresentou seu potencial para grandes investidores e fundos o que despertou interesse também para outros importantes aportes financeiros.

Com o aporte, uma das primeiras iniciativas da Mercado Ribeirão será levar os serviços logístico e de pesquisa de preços para a capital paulista e outras cidades do interior.

Após três anos de atividades, o faturamento anual da empresa é de R$ 5,3 milhões.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor