Merck ingressa na transformação digital com nova rede e serviços

EmpresasFinançasGestãoGestão de RedesNegóciosRedesResultados

A Merck, companhia de ciência, tecnologia e saúde, escolheu a Orange Business Services para implantar uma rede de última geração para 200 sites locais, que irá apoiar suas iniciativas de transformação digital. A rede e os serviços relacionados irão reduzir a complexidade em toda a infraestrutura da Merck e permitirão alto nível de colaboração.

O contrato entre a Merck e a Orange Business Services baseia-se em seu relacionamento atual. A solução completa inclui uma rede global de ampla área (WAN), otimização de tráfego de rede usando a tecnologia Riverbed, gestão das redes de área local (LAN), serviços de acesso remoto, pontos regionais de acesso à Internet e serviços de audioconferência.

“A Merck é uma empresa com 350 anos de tradição, e você não pode ser líder por tanto tempo sem se esforçar para estar na vanguarda da inovação. Isso é precisamente o que a Merck está fazendo, e estamos muito orgulhosos de contribuir para a sua transformação digital em nível global”, disse Anne-Sophie Lotgering, vice-presidente sênior para Europa, Rússia e CIS, da Orange Business Services.

A Orange redesenhou a rede global da Merck e incorporou tecnologias de otimização entregues via Enterprise Application Management Riverbed. Ele utiliza a Steelhead CX da Riverbed para melhorar o desempenho de todas as aplicações, incluindo on-premise, nuvem e SaaS, por meio de múltiplas redes (MPLS, VPN privada e Internet pública). Isso proporciona um melhor desempenho e consolidação para suportar o número crescente de usuários, dispositivos e sites.

“A conectividade contínua e em tempo real para todos os canais de comunicação é crucial para melhorar a produtividade de nossos funcionários e garantir a interação direta com o cliente. Estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Orange Business Services para desenvolver conjuntamente capacidades digitais a fim de mudar o jogo que irá conduzir o desempenho dos negócios”, diz James E Stewart, CIO da Merck.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor