Facebook vai contornar ad blockers no desktop

e-MarketingPublicidadeRedes Sociais
0 0 Sem Comentários

O Facebook anunciou uma série de medidas relacionadas com a visualização de anúncios em sua plataforma. Por um lado, vai facilitar o controlo das preferências, para que o usuário possa escolher o que quer e não quer ver. Por outro, vai bloquear os ad blockers no desktop.

Isto significa que os usuários que entram no Facebook através de seu computador e têm instalado um bloqueador de anúncios vão ver publicidade à mesma. A medida foi anunciada por Andrew Bosworth, vice presidente da plataforma de anúncios e negócios da rede social. E porquê? Porque a publicidade é a principal fonte de financiamento não só do Facebook, mas de uma série de outros serviços gratuitos para o usuário.

“O Facebook desenvolveu seus formatos de anúncio, desempenho e controlos para ir ao encontro dos motivos pelos quais as pessoas passaram a recorrer ao bloqueio de anúncios“, escreveu o executivo no blogue corporativo da rede. Quando o Facebook perguntou às pessoas por que é que usavam este tipo de software, o principal motivo dado era bloquear anúncios importunos e desagradáveis, descreve Bosworth.  “À medida que oferecemos controlos mais avançados, começaremos também a exibir anúncios no Facebook para desktop para as pessoas que utilizam software de bloqueio de anúncios“, anunciou o executivo.

Bosworth também referiu que algumas empresas que fornecem este software aceitam dinheiro para mostrar anúncios que antes bloqueavam, uma prática confusa que “reduz o financiamneto necessário para suportar o jornalismo e outros serviços gratuitos de que disfrutamos na web.”

É aqui que entram as outras ferramentas anunciadas. Para tornar desnecessário o uso de um ad blocker, o Facebook vai tornar mais fácil controlar o tipo de anúncios mostrados a cada usuário, com a intenção de penalizar os “os anúncios de má qualidade.”

“O Facebook está a tornar as preferências de anúncios mais fáceis de usar, para que deixe de ver determinados tipos de anúncio”, escreveu Andrew Bosworth. “Se não quiser ver anúncios sobre determinado assunto, como viagens ou gatos, poderá remover o interesse de suas preferências de publicidade.” Outro novo controlo é deixar de ver anúncios de empresas das quais o usuário já é cliente. Quantas vezes depois de comprar um produto continuamos a ver anúncios ao mesmo? É uma perda de tempo e dinheiro para o anunciante, que está a insistir num cliente que já adquiriu.


Clique para ler a bio do autor  Clique para fechar a bio do autor